Oct 1 2012

SESC Belenzinho tem programação especial para o Dia das Crianças

No dia 12 de outubro, as crianças poderão desfrutar de diversos espetáculos no SESC Belenzinho, além de atividades culturais e de lazer para comemorar o Dia das Crianças junto com toda a família. Especialmente para esta data, a unidade programou uma estreia com teatro de bonecos - As Casas - com o Duo Anfíbios e Núcleo Vendaval, e a estreia de um show pra lá de profissional e criativo - Vem Pra Roda - com Rita Rameh e Luiz Waack

A programação traz ainda a mostra de cultura popular para crianças Folias e Brincadeiras: com contações de histórias com Karina Giannecchini; cortejo Passeio Brincante com o grupo Babado de Chita; espetáculo de teatro de mamulengos Folia Brasileira com o Mestre Valdeck de Garanhuns; e uma série de oficinas de brinquedos populares, Brinquedos e Brincadeiras de Papel com Denise Valéria. Outras atividades completam a programação como, por exemplo, Pinóquio: Uma Bela Arte (exposição em cartaz) e O Palhaço Lolomiolotolo e Suas Estripulias (no Espaço de Brincar).

ESPETÁCULOS

As Casas

Com Duo Anfíbios e Núcleo Vendaval. Concepção e direção geral: Fábio Supérbi e Juliana Notari. Bonecos, cenário e manipulação: Fábio Supérbi e Juliana Notari. Trilha sonora original e direção musical: Edu Varallo e Felipe Veiga. Figurinos: As Mariposas. Assistente de direção: Milena Filócomo. Bonecos, cenário e manipulação: Fábio Supérbi e Juliana Notari. Trilha sonora original e direção musical: Edu Varallo e Felipe Veiga. Figurinos: As Mariposas. Assistente de direção: Milena Filócomo

Estreia: 12 de outubro – sexta-feira – às 12 horas

Temporada: 12 a 27 de outubro. Sábados e domingos, às 12 horas

Teatro (392 lugares). Classificação etária: Livre (acima de 3 anos). Duração: 50 min.

Ingressos pela rede INGRESSOSESC: R$ 8,00 (inteira), R$ 4,00 (usuário matriculado no SESC e dependentes, +60 anos, estudantes e professores da rede pública) e R$ 2,00 (trabalhador no comércio e serviços matriculado no SESC e dependentes).

Nova imagem 1 O espetáculo de animação As Casas conta a história de João e Antonio, dois vizinhos bem diferentes em quase tudo. João é redondo e Antônio é quadrado e, apesar das diferenças, eles têm em comum a paixão pela música e pelos livros. Será que eles podem ser amigos? Será que um pode aprender algo com o outro?

A estreia acontece no dia 12 de outubro, no Teatro do SESC Belenzinho, às 12 horas. A peça é uma montagem conjunta das companhias Duo Anfibios e Núcleo Vendaval. Fábio Superbi e Juliana Notari assinam a concepção e direção geral; e Edu Varallo e Felipe Veiga são os compositores e diretores musicais. Todos estão em cena, realizando um curioso diálogo entre a música e os bonecos.

Na história, João constrói instrumentos musicais, tem uma horta em seu quintal e tudo é redondo em sua casa, até o seu cachorro. Tudo se interliga e todas suas ações parecem ser em cadeia. A sensação é de continuidade, de fluidez. João tem como lema ajudar a sua cidade e melhorar a qualidade de vida das pessoas, inclusive a sua. A reciclagem e a preocupação com o lixo fazem parte de sua vida. Esta personagem é metafórica: ele enxerga no mundo de forma circular e isto é visto nas coisas à sua volta (cadeira, janelas, utensílios e no cachorro).

Antônio é músico, toca xilofone, adora comida enlatada, mora em uma casa quadrada e tudo é quadrado nela, até o seu cachorro. Nada parece se encaixar bem. Cada atitude sua parece ser cansativa. Ele é preguiçoso. Seu lema é quanto menos trabalho melhor. Ele não se preocupa com o lixo, muito menos com a cidade e seus habitantes, nem consigo próprio. Ele também é uma personagem metafórica. O seu modo de ver o mundo é “quadrado” e antiquado. Ele mais parece um armário velho e emperrado.

O elo entre essas duas figuras são os dois cãezinhos que se tornam amigos, estreitando a relação entre os donos, que são apaixonados pela música e pelos livros, espalhados pelas duas casas. João e Antônio apresentam uma bela história sobre o mundo em que vivemos e que desejamos. Os espectadores são levados a refletir sobre o lixo, o planeta e sobre sua própria responsabilidade, de maneira poética e bem humorada.

Todos os detalhes, desde a escolha dos materiais até os timbres e cores têm papel significativo na peça. Fábio Supérbi e Juliana Notari têm larga experiência na criação e construção de bonecos e cenários, além de serem atores e arte-educadores. Para este trabalho pesquisaram a mistura de materiais recicláveis e de descarte, para a criação de texturas e formas como metáforas visuais. Os músicos convidados, Edu Varallo e Felipe Veiga, conceberam a trilha sonora a partir da imagem singular dessas duas personagens, Antônio e João e de suas particularidades. Utilizaram também instrumentos feitos com objetos sonoros e outros foram mesmo inventados.

Folia Brasileira

Com Mestre Valdeck de Garanhuns

Dias 12, 14 e 20 de outubro – sexta (feriado), domingo e sábado, às 16 horas

Convivência. Grátis. Classificação: Livre

Nova imagem 2 Folia Brasileira é uma performance de teatro de mamulengos com  o Mestre Valdeck, de Garanhuns. O espetáculo conta uma história que se passa na fazenda do coronel Vicente Pompeu. Ele está realizando uma grande festa para comemorar o noivado de sua afilhada Marieta com o seu secretário Simão. O coronel quer que esta festa seja uma grande mostra da cultura popular brasileira, com apresentações de bumba meu boi, reisado, ciranda e frevo.

SHOW

Vem Pra Roda

Direção de Eric Nowinski

Banda: Luiz Waack (violões, guitarra e cordas), Rita Rameh (violão e voz), Ricardo Garcia (percussão), Lucas Espíndola (baixo e Voz) e Clarice Espíndola (voz). Direção Musical: Luiz Waack. Cenário: Antonio Rodante. Figurino: Marisa Waack e Rita Rameh.

Dias 12, 13 e 14 de outubro. Sexta (feriado), sábado e domingo, às 18 horas

Comedoria (500 lugares). Duração: 50 minutos. Indicação de faixa etária: 4 a 12 anos

Grátis. Retirar ingressos com 1h de antecedência. Classificação etária: livre (acima de 4 anos)

Nova imagem 3 O show Vem Pra Roda comemora o lançamento de Embolada, segundo CD de Rita Rameh e Luiz Waack, que ganhou o Prêmio de Música Brasileira deste ano. O show reúne várias linguagens - música, teatro e artes plásticas – para abordar temas, assuntos e inquietudes do universo infanto-juvenil de forma divertida e inteligente. O espetáculo inclui ainda canções do primeiro CD da dupla, Por Quê?, também premiado como melhor disco infantil de 2008, no Prêmio Tim de Música

Vem Pra Roda tem ritmos como moda de viola, samba, fado, baião, rock, tango e reggae. Nowinski traz elementos teatrais para o espetáculo, e a sequência das músicas traça uma linha do tempo. No primeiro momento surge a floresta e seus habitantes, um lugar intocado e equilibrado. Ao longo do tempo ela vai sofrendo a interferência do homem e vai mudando aos poucos. Por meio da brincadeira entre a música e o teatro, o espetáculo ressalta a preocupação com o meio ambiente.

Rita Rameh (violão e voz) e Luiz Waack (violão, guitarra e voz) trabalham com músicas infantis desde 1992, compondo e produzindo músicas ligadas à área pedagógica. No palco eles contam com o apoio de uma banda, formada pela atriz e cantora Clarice Espíndola, pelo cantor e baixista Lucas Espíndola, pelo percursionista Ricardo Garcia.

No repertório, “Semente”, “Insetos”, “Macacada”, “Sons da Floresta”, “Amarelo”, “Estrada”, “Embolada do Rodrigo”, “Verde de Fome”, “Medo” e “Eu Sou Eu”, todas de Rita Rameh, além de parcerias entre ela e Luiz Waack “Olha, um Ninho!”, “O Rio”, “A Moda do Jacaré”, “Porcalhão” e “Vem Pra Roda”.

O Palhaço Lolomiolotolo e Suas Estripulias

De 6 a 28 de outubro. Sábados, domingos, das 13h às 16h

Também no feriado 12/10 (Dia das Crianças), das 13h às 16h

Espaço de Brincar. Grátis. Livre (indicado para todas as crianças)

Munido de sirene, apito e uma super moto, o palhaço Lolomiolotolo vai divertir a criançada e também os adultos no Espaço de Brincar do SESC Belenzinho.

EXPOSIÇÃO

Pinóquio: Uma Bela Arte

Local: Galpão Cultural e Área de Exposições. Visitação de 18/7 a 18/11. Acesso à exposição para visitação até 1h antes do fechamento do espaço, limitada à capacidade do espaço. Agendamento de grupos: 2076 9772 e agendamento@belenzinho.sescsp.org.br

De 18/07 a 18/11. Terça a sexta (10h às 21h30); sábados (10h às 21h); domingos e feriados (10h às 19h30). Grátis. Livre para todos os públicos

Nova imagem 4 A fábula de Carlo Collodi, 'As Aventuras de Pinóquio', ganha vida a partir do trabalho de diversos artistas contemporâneos. Um percurso de nove instalações desenvolvidas por criadores nacionais e internacionais, como Studio CTRLZAK, Zaven Paré, Studio Magenta, Luciana Magno, GRL-Brasil, Vera Uberti, Martí Guixé e Studio Azzurro, dialogam entre si constituindo uma nova narrativa. No espaço do Grande Ateliê de Pinóquio, cujo conceito educativo foi criado pela fundação italiana PInAC - Pinacoteca Internationale dell'Etáte Evolutiva Aldo Cibaldi (www.pinac.itf), há nove estações que propõem um contato lúdico com o texto de Collodi.

Outras atividades

Corrida Pais e Filhos

Dia 12 de outubro. Sexta-feira, às 11 horas

Grátis. Para crianças de 2 a 10 anos.

Pista de Corrida e Caminhada. Inscrições de 02 a 10/10, na sala de Ginástica Multifuncional.

Atividade integrativa que estimula pais e filhos à prática esportiva de maneira lúdica. Esta atividade integra o projeto Práticas corporais pais e filhos que visa promover vivências corporais, brincadeiras, jogos e oficinas para promover hábitos saudáveis por meio da interação entre as crianças pais e responsáveis. As categorias são: de 2 a 5 anos (nesta é necessário acompanhamento de seus responsáveis na hora da prova), 6 e 7 anos e de 8 a 10 anos.

Undokai
Dia 12 de outubro. Sexta-feira, às 10 horas

untitled Com Instrutores de Atividades Físicas do SESC

Campo de Futebol Soçaite. Inscrições no local. Grátis.

Undokai (undou - esporte, kai - reunião) é uma atividade folclórica japonesa que significa "reunião ou encontro de esportes". Propõe um dia em família no fim de semana para reunir os descendentes de japoneses. Brincar e interagir com outras crianças, com suas próprias famílias e com a comunidade são os objetivos desta grande gincana.

Oficina Brinquedos e Brincadeiras de Papel

Com Denise Valéria Pereira

Dias 6, 12, 13, 14, 20, 21 e 27 de outubro

Sábados, domingos e feriado (12/10), das 11h às 13h e das 15h às 17h.

Espaço Curumim. Grátis. Livre. Retirar senha com 30 min de antecedência

Construção de pião, cata-vento, baragandão e corrupio com materiais simples como papel, barbante, tampinhas de garrafas e jornal. Após confeccionar os brinquedos, as crianças serão convidadas a participar de brincadeiras que explorem as habilidades manuais. 

Contações de Histórias

Com Karina Giannecchini

Dias 6, 13 e 27 de outubro, às 16 horas

Convivência. Livre. Grátis.

Passeio Brincante
Com Babado de Chita

Dias 12 de outubro (às 17 horas) e 21 de outubro (às 16 horas)
Convivência e Praça. Livre.

Cortejo em que uma trupe de brincantes coloridos passeia por diversos espaços convidando o público a vivenciar elementos da nossa cultura popular. Nesse passeio cheio de instrumentos musicais, dançar e cantar faz parte da brincadeira.

SESC BELENZINHO

Endereço: Rua Padre Adelino, 1000 - Belenzinho – São Paulo (SP)

Telefone: (11) 2076-9700 - www.sescsp.org.br/belenzinho

Estacionamento: R$ 6,00 (não matriculado); R$ 3,00 (matriculado).
Para atividades gratuitas: R$ 6,00 1ª hora + R$ 1,00 p/ hora (não matriculado); R$ 3,00 1ª hora + R$ 1,00 p/ hora (matriculado).

Tags:

Sep 19 2012

Grande Gala 2012 apresenta os melhores da dança, no Memorial

untitled O SINDDANÇA apresenta no dia 6 de outubro, sábado (em duas sessões, às 16h e às 20h), a 18ª edição do Grande Gala ENDA – que apresenta Os Melhores dos Melhores no campo da dança no estado de São Paulo. O espetáculo acontece no palco do Auditório do Memorial da América Latina, reunindo espetáculos de balé clássico, moderno e contemporâneo, dança de salão, sapateado e jazz.

O espetáculo Grande Gala – sob direção de Maria Pia Finócchio – reúne 50 coreografias – dentre as 90 vencedoras em primeiros e segundos lugares no 31º Encontro Nacional de Dança (ENDA) - ocorrido em agosto no mesmo palco do Memorial. Os grupos foram avaliados por um corpo de jurados formado por Maíza Tempesta, Norma Masella, Sara Debenedetti, Márcia Cruzeiro e Manoel Francisco.

Durante o evento serão entregues os troféus aos vencedores e prêmios em dinheiro para aqueles que obtiveram as maiores notas do júri, além de bolsas de estudos no exterior. O Grande Gala ENDA se caracteriza pelo dinamismo nas apresentações com coreografias curtas (de até seis minutos) e pela variedade nos estilos de dança.

untitled O ENDA, festival pioneiro no estímulo à dança no Brasil, apresentou entre os dias 3 e 5 de agosto mais de 100 coreografias que concorreram em várias modalidades, defendidas por grupos de diversas cidades paulistas. E o Grande Gala vem celebrar esse grande encontro, homenageando e festejando os vencedores.

O Encontro Nacional de Dança é uma realização do Sindicato dos Profissionais de Dança do Estado de São Paulo (SINDDANÇA) que é dirigido por Maria Pia Finócchio, desde sua fundação, em 1991. Há 31 anos, o Encontro vem revelando talentos da dança, levando-os a participarem de importantes grupos nacionais e internacionais, além de inspirar a realização de outros festivais pelo País.

Espetáculo/dança: Grande Gala ENDA 2012

Direção: Maria Pia Finócchio

Realização/produção: SINDDANÇA – Sindicato dos Profissionais de Dança do Estado de São Paulo - www.sinddanca.com.br

Dia 6 de outubro – sábado – às 16h e às 20h

Local: Memorial da América Latina – Auditório Simón Bolívar

Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664 – Barra Funda/SP

Informações: (11) 3823-4600

Ingressos: R$ 20,00 (meia: R$ 10,00 para + 60 anos, estudantes e deficientes físicos).

Duração: 2h30 (com intervalo) – Classificação etária: 6 anos.

Capacidade: 800 lugares – Acesso universal. Ar condicionado. Não faz reservas. Estacionamento (Portão 15) sem manobrista: R$ 10,00. Entrada/pedestres: Portão 13. Site: www.memorial.sp.gov.br

Tags:

Aug 24 2012

Sucesso prorroga novamente a temporada de “Angela Dip ... Só para mulheres”

Até 26 de setembro,  no Teatro da Livraria da Vila no Shopping Iguatemi - JK

untitled

“Eu torro toda a minha grana em roupa.

Pelo menos meu dinheiro está todo investido.

Vestido longo, vestido curto...”

Sucesso de público, o espetáculo

“Angela Dip só para mulheres”,

onde os homens realmente não entram,

teve sua temporada prorrogada  novamente

e segue em cartaz  até o dia 26 de setembro

todas as quartas-feiras,  20h,

no Teatro da Livraria da Vila no Shopping Iguatemi – JK.

No formato stand up, Angela Dip reúne, de forma fragmentada e aleatória, histórias, frases e pensamentos de várias mulheres, entre elas a própria autora, afinal, a maioria das mulheres  segue  desde tempos imemoriais “alimentando seus pares com sexo e comida!”

Num texto descontraído, a atriz faz reflexões rasteiras e bem humoradas sobre beleza, moda e variados comportamentos sexuais. As estórias e observações partem do ponto de vista de uma mulher irônica e por vezes ácida! Questões do cotidiano feminino como casamento, cirurgias estéticas e menopausa são expostas de maneira  divertida e por vezes inusitada...

Serviço

"Angela Dip só para mulheres"

Direção e Texto: Angela Dip

Estreia 4 de julho

Temporada: até 26 de setembro,  todas  as quartas-feiras, às 20h

Ingressos: R$ 40 (com meia entrada)

Capacidade: 125 lugares

Duração: 50 minutos

Faixa Etária: 14 anos

Gênero: humor stand up

Local Teatro da Livraria da Vila no Shopping Iguatemi - JK

Av. Presidente Juscelino Kubitschek, 2041 – Vila Olímpia

Bilheteria: das 10h30 às 22h de segunda a sexta-feira, sábados das 10h às 22h

Domingo das 12h às 20h

Ou através do Ingresso Rápido

http://www.ingressorapido.com.br

(11) 4003. 1212

Tags:

Aug 14 2012

SESC Belenzinho apresenta as palhaças do Las Cabaças com o espetáculo Semi-Breve

untitled O SESC Belenzinho apresenta – nos dias 19 e 26 de agosto, domingos, às 17 horas - espetáculo Semi-Breve da companhia circense Las Cabaças, formada pela dupla de palhaças Juliana Balsalobre e Marina Quinan.

A montagem faz uma releitura de cinco números tradicionais de palhaços, cujas abordagens tratam da arte da guerra, da tentativa de fazer música e da inadequação dessas figuras no mundo. Os números são: A Pulga, Soldado, Sen-tido!, O Salto no Copo d’Água, A Mágica e O Nome dos Santos.

Em A Pulga, Bifi e Quinan entram em cena para tocar uma belíssima música. O que elas ainda não sabem é que Elvis, uma velha conhecida pulga, se escondeu na partitura. Elas percebem a presença da pulga que, pulando na pauta, atrapalha toda a leitura musical e acabam relembrando os velhos tempos em que eram domadoras no circo das pulgas.

Soldado, Sen-tido! é um número clássico de exército, onde Bifi é a generalíssima e Quinan, a soldadíssima. Bifi quer transformar Quinan em uma forte combatente para perigos futuros. Quinan leva o público ao riso por sua total inaptidão e ignorância.

Hilário é o quadro O Salto no Copo d’Água: Bifi, atleta e ginasta de saltos ornamentais, dará um duplo salto mortal em um copo de água. A trapalhada toda começa quando Quinan decide ajudá-la na façanha.

Em A Mágica, Quinan, diante dos olhares atentos do público, fará um pequeno pedaço de papel sumir, desaparecer, escafeder, submergir, subtrair, evaporar, debandar, expungir, emigrar, homiziar, foragir, aferrolhar... O que esperar desta trapalhada?

O Nome dos Santos é uma gag - recolhida e muito representada no estado do Ceará – que finaliza o espetáculo. No momento em que as duas palhaças desistem do ofício da guerra e da música, recorrem aos santos brasileiros, fazendo apelos de forma um tanto distorcida.

Circo: Semi-Breve

Com Las Cabaças

Elenco: Juliana Balsalobre e Marina Quinan.

Dias 19 e 26 de agosto. Domingos, às 17 horas

SESC Belenzinho - www.sescsp.org.br/belenzinho

Rua Padre Adelino, 1000 – Belenzinho/SP - Tel: (11) 2076-9700

Convivência. Ingressos: Grátis. Classificação: Livre. Duração: 50 min.

Estacionamento: R$ 6,00 + R$ 1,00 p/hora (não matriculado); R$ 3,00 + R$ 1,00 p/hora (matriculado).

Histórico - Las Cabaças

Juliana Balsalobre e Marina Quinan trabalham juntas desde 1997. Em 2006, fundam a dupla Las Cabaças. As atrizes vêm construindo o caminho de suas palhaças entrando em contato com grandes palhaços, em cursos, espetáculos, debates, experimentando e observando o gestual das danças populares. Sobretudo, elas exercitam cotidianamente o palhaço (suas habilidades, gagues, necessidade de escuta e observação) para intuir o próximo passo do improviso, sua cumplicidade e troca constante com o público.

Formadas no Teatro-Escola Célia Helena, estudaram o corpo cômico das figuras e personagens das danças e festas populares brasileiras, tendo a commedia dell’arte, o teatro de rua e a linguagem do palhaço como condutores de suas pesquisas e trabalhos. Parte de seu repertório foi criado em atuações em hospitais dentro do programa dos Doutores da Alegria, com quem trabalhou de 2000 a 2009, e parte nos projetos itinerantes Brasil na Cabaça e Palhaças Amazônia Adentro.

Brasil na Cabaça foi realizado em 2006, percorrendo os interiores dos estados do Ceará, Pará e Maranhão. Foi uma viagem de estudo e pesquisa prática para encontro com palhaços e público de outras regiões, coletando e estudando gagues, histórias, diferenças e semelhanças nas atuações dos fazedores de palhaçadas, bem como a convivência com novas situações sociais e culturais. O resultado foi a criação do espetáculo Semi-Breve.

Em 2008, realizam Palhaças Amazônia Adentro, parceria institucional e financeira dos Doutores da Alegria, com duração de 10 meses, tendo como foco as intervenções nas comunidades quilombolas, ribeirinhas e indígenas dos estados do Acre, Amazonas, Pará, Amapá e Maranhão, criando histórias e situações fruto do encontro da dupla com a população local.

Tags:

Aug 13 2012

Cursos do 2º semestre na Augôsto Augusta Cultural

Literatura, cinema, música e ópera, e arte e desenho com professores renomados: Jorge Coli, Angélica Chiappetta, João Adolfo Hansen, Irineu Franco Perpétuo, Marco Antonio Guerra, Leon Kossovitch.

untitled

(2/8) ARTES DIVERSAS

Prof. Marco Antonio Guerra

MÚSICA OS OUTROS ROMANTISMOS

Prof. Irineu Franco Perpétuo

LITERATURA MACHADO DE ASSIS

Prof. João Adolfo Hansen

(6/8) DESENHO Uma introdução aos fundamentos do desenho no campo das artes plásticas e visuais

Prof. Evandro Carlos Jardim

(7/8) ÓPERA AS VOZES DA ÓPERA

Prof. Jorge Coli

CINEMA FEDERICO FELLINI

Prof. Jorge Coli

ARTES PLÁSTICAS Proust e as artes

Prof. Jorge Coli

(8/8) LITERATURA A ENEIDA DE VIRGILIO

Profa. Angélica Chiappetta

ARTES VISUAIS O revezamento figurativo entre os séculos X e XIII

Prof. Leon Kossovitch

A Augôsto Augusta Cultural é um espaço para pensar, discutir, aprender,

entender e viver a arte e suas manifestações. A cada semestre,

oferece cursos de quatro meses, aula e módulos breves,

sempre ministrados por pensadores com profundo

conhecimento do campo da filosofia e das artes.

Informações e reservas

Augôsto Augusta

www.augosto.com.br

Rua Augusta, 2161
tel. (11) 3082-1830

Agenda dos Cursos

ARTES DIVERSAS

Prof. Marco Antonio Guerra

Encontros com a Cultura

02/08/2012 a 6/12/2012

5ªs. feiras das 10h30 às 12h00

R$ 310,00/mês

OS OUTROS ROMANTISMOS

Prof. Irineu Franco Perpetuo

Das óperas italianas de Rossini e Verdi ao piano parisiense de Chopin e Liszt,

passando pela escola eslava de Tchaikovski e Dvorák e pela sonoridade nórdica

de Grieg, até chegar ao Brasil de Carlos Gomes, o curso aborda a produção

romântica fora do âmbito austro-germânico. Todas as aulas são ricamente

ilustradas com gravações em DVD das principais obras destes compositores,

executadas por intérpretes de renome.

02/08/2012 a 06/12/2012

5ªs. feiras das 14h30 às 16h30

R$ 340,00/mês

LITERATURA - MACHADO DE ASSIS

Prof. João Adolfo Hansen

            Desde Memórias Póstumas de Brás Cubas (1880-1881), Machado de Assis passou a inventar sua arte
como duplicidade enunciativa que determina a leitura dupla: lemos Memórias Póstumas de Brás Cubas como
a história da vida vulgar de um tipo ocioso da classe dominante do Império,
assim como lemos Dom Casmurro como história de uma suposta traição do amor da juventude;
mas também lemos nos dois  a história de um romance sobre o romance, como textos críticos
em que pseudo-autores discutem com o leitor convenções narrativas, opções estéticas
e condicionamentos históricos da matéria social, lingüística e literária transformada nos textos.
Machado evidencia que a leitura dos textos de ficção literária integra duas funções, representaçãoavaliação,
fazendo dessa integração o eixo equívoco da sua arte. Esquematicamente, a representação
corresponde ao mundo fictício da história que o leitor imagina;
a avaliação equivale à perspectiva tragicômica sobre a história narrada que o autor comunica  ao leitor.

O curso propõe a leitura de  contos ( Pai contra Mãe; Teoria do Medalhão; A Causa Secreta,
A Cartomante, Missa do Galo, Lágrimas de Xerxes,  Cantiga de Esponsais, O Imortal)
e de romances (Memórias Póstumas de Brás Cubas, Quincas Borba, Dom Casmurro)
examinando os processos da representação e avaliação que o autor inventa contra o leitor.

02/08/2012 A 29//11/2012

5ªs. feiras das 18h00 às 20h00

R$ 340,00/mês

DESENHO

Uma introdução aos fundamentos do desenho no campo das
artes plásticas e visuais

Prof. Evandro Carlos Jardim

1-O pensamento visual.

2-A linha

3-A gráfica e a plástica

4-Organização da figura

5-Composição: proporção, ritmo e tensões.

6-Cor: luz e movimento

7-As práticas de oficina: os materiais e os procedimentos

8-Critérios de apreciação para os trabalhos realizados, considerando a

produção de cada participante.

06/08/2012 a 19/11/2012

2ªs. feiras das 16h30 às 18h30

R$ 340,00/mês

AS VOZES DA ÓPERA

Prof. Jorge Coli

Como se distinguem as diferentes vozes da ópera? Quais suas características?
De que maneira elas se associam a diferentes formas de sensibilidade musical?
Nosso curso pretende apresentar, graças a diversos exemplos, a gama variada dos alcances, timbres, possibilidades expressivas.
Abordará ainda algumas denominações frequentes, mas de caracterização nem sempre clara,
empregadas para caracterizar certas formas criadas dentro das tradições operísticas,
tais como cavatina, cabaletta, aria, arioso, recitativo, etc.
Enfim, a análise comparativa das interpretações permitirá um aprendizado fino da escuta.

07/08/2012 a 20/11/2012

3ªs. feiras das 14h15 às  16h15

R$ 340,00/mês

CINEMA

FEDERICO FELLINI

Prof. Jorge Coli

“Cinema-verdade? Prefiro o cinema-mentira. A mentira é sempre mais interessante do que a verdade.”

Imenso criador, Fellini marcou definitivamente a cultura do século XX.
São poucos os que podem se orgulhar de ter criado um adjetivo universal: felliniano.
Nosso curso apresentará, em progressão cronológica, a constituição dessa obra
que modificou  a escrita e a estética cinematográfica,
ao mesmo tempo que propôs uma reflexão fundamental sobre o mundo contemporâneo.

07/08/2012 a 20/11/2012

3ªs. feiras das  19h00 às 22h00

R$ 380,00/mês 

ARTES PLÁSTICAS - Proust e as artes

Prof. Jorge Coli

O curso tratará de estabelecer uma relação entre À la recherche du temps perdu e as artes, considerando os seguintes pontos:

1)    As concepções, ou práticas, mentais (para não empregar o termo “teóricas”, já que Proust nunca estabeleceu nenhuma teoria das artes)
que sustentam a relação do texto com as artes (sensibilidade, semelhança, memória, écfrase, circunstância e temporalidade).

2)    Exploração do que se pode conceber como ideia de modernidade
(tecnologia, art nouveau, impressionismo, simbolismo, moda) no universo proustiano.

3)    O tempo em Proust e o tempo nas artes.

07/08/2012 a 20/11/2012

3ªs. feiras das 16h30 às 18h30

R$ 340,00/mês

A ENEIDA DE VIRGILIO

Profa. Angélica Chiappetta

O curso propõe a leitura do poema épico Eneida, composto por Virgílio no século I a.C.
A narrativa das armas e do varão Eneas que, saído de Tróia, vagou e penou pelos mares
até chegar ao Lácio para fundar a grandeza que viria a ser Roma,
alimentou-se da tradição épica da Ilíada e da Odisséia, herdada dos gregos, e, por sua vez,
inseriu-se na tradição ocidental como modelo e fonte de invenção.

"Flectere se nequeo superos, Acheronta movebo":
com as palavras que Virgílio colocou na boca da deusa Juno (algo como  "se não posso dobrar os céus, agitarei os infernos")
Freud dá início à sua Interpretação dos Sonhos.
Para anunciar que o homem já não é senhor em sua própria casa,
que há um submundo atuante em sua vida abaixo da frágil camada de razão,
o inventor da psicanálise lembra-se da deusa que, ferida na sua potestade pelos deuses olímpicos,
busca ajuda com os que moram no mundo subterrâneo.
Também Dante toma Virgílio como guia em seu périplo pelo Inferno.
"Honrai o altíssimo poeta",
diz ele quando o vate assoma na Comédia. Honremos.

08/08/2012 a 28/11/2012

4ªs. feiras das 10h30 às 12h30

R$ 340,00/mês

ARTES VISUAIS

O revezamento figurativo entre os séculos X e XIII

Prof. Leon Kossovitch  

1.     Constantinopla, capital das artes, e suas extensões a oeste no século X

      pictórico e escultórico.

2.     Os Otões e mais cortes pós-carolíngias.

3.     Percursos constantinopolitanos no Cáucaso cristão e entre o Mediterrâneo e o Sinkiang Islâmicos.

4.     Constantinopla e as figurações ocidentais, superado o Ano Mil.

5.     A volta da estátua no século XII ocidental.

6.     Índices da intrusão da escultura proporcionalizada ainda vigente no século VI greco-romano.

7.     As proporções na pintura dos séculos XIII e XIV ocidentais, relativamente à precedente dos códices e volumes constantinopolitanos.

8.     O abandono, pela Europa ocidental, da via parto-sassânida aberta no

Oriente e no ocidente do Império romano nascente.

08/08/2012 a 28/11/2012

4ªs feiras das 17h00 às 19h00

R$ 340,00/mês

Tags:

Aug 6 2012

MARIA RITA APRESENTA “REDESCOBRIR” NO CREDICARD HALL DIAS 10,11 E 12 DE AGOSTO

Nova imagem Foto por: Leonardo Rodrigues

Desde dezembro a cantora Maria Rita vem trabalhando no show em homenagem a Elis Regina. Fez uma vasta pesquisa de repertório, trabalhou com sua banda nos arranjos durante um mês, pensou roteiro, figurino, cenário - e, enfim, o espetáculo estreou em março. Originalmente criada para um projeto em homenagem a Elis, a turnê passou por cinco capitais contempladas pelo mesmo: Porto Alegre, Recife, Belo Horizonte, São Paulo e Rio de Janeiro. Foram cerca de 270 mil pessoas que lotaram as praças onde se apresentou, com shows gratuitos.

Maria Rita apresenta o show “Redescobrir” nos dias 10, 11 e 12 de agosto, no Credicard Hall, em São Paulo. A apresentação do sábado, dia 11, será gravada para lançamento em DVD.

Os milhares de pedidos dos fãs que não puderam ir a uma das cinco apresentações, mandando mensagens pedindo a extensão da turnê, além da calorosa recepção por onde passou, fizeram com que os planos iniciais mudassem de rumo.

A vontade dos fãs, somada ao prazer com o qual a cantora tem se apresentado, fez com que se decidisse prorrogar a turnê, agora rebatizada de “Redescobrir“.

“O que mais chamou a minha atenção foi que o meu objetivo principal se concretizou. Redescobri-la. Reapresentá-la. Relembrá-la. Sim, os “re-” são necessários porque Elis é (in)consciente coletivo. Eu via crianças nos colos de avós, adolescentes nos ombros dos namorados, casais dançando, cirandas se formando, braços pro ar, olhos brilhando com saudades, com amor, com compreensão. E cantoria. Muita cantoria. Aquela voz da massa me atingia, me arrebatava, me orgulhava. Orgulho que só posso (tentar) traduzir com minhas lágrimas, diversas vezes esparramadas em cena. Devido ao tamanho dessa emoção e gratidão aos fãs, decidi seguir um pouco mais com a turnê, para que mais pessoas possam participar dessa homenagem à Elis” – comentou Maria Rita.

A cantora será acompanhada pela sua banda; Thiago Costa (piano e teclado), Sylvinho Mazzucca (baixo acústico e elétrico), Davi Moraes (guitarra) e Cuca Teixeira (bateria). No repertório canções como “Imagem/Arrastão”, “Como Nossos Pais”, “Águas de Março”, “O Bêbado e O Equilibrista”, “Tatuagem”, “Se Eu Quiser Falar Com Deus”, “Alô Alô Marciano”, “Redescobrir”, entre outras.

Serviço

Show: Maria Rita – “Redescobrir”

Data: 10, 11 (gravação do DVD) e 12 de agosto de 2012 (sexta-feira, sábado e domingo)

Horário: Sexta-feira e sábado às 22h; domingo às 20h

Local: Credicard Hall – Av. das Nações Unidas, 17955 – Santo Amaro - São Paulo

Capacidade: Dia 10 e 12: 3.820 lugares / Dia 11: 5.712 lugares

Duração: Aproximadamente 1h40

Classificação etária: 14 anos em diante, permitida a entrada (desacompanhados).

Abertura da Casa: 1h30 antes do espetáculo

Informações: www.t4f.com.br / 11 4003-5588

Ingressos: de R$ 40 a R$ 200

DIAS 10 2 12/08

CENTRAL TICKETS FOR FUN: Por telefone, entrega em domicílio (taxas de conveniência e de entrega): 11 4003-5588 (válido para   todo o país), das 9h às 21h - segunda a sábado.

Pela Internet: www.ticketsforfun.com.br

Tags:

Aug 1 2012

Matilha Cultural recebe exposição que comemora 20 anos de carreira de Fabio Bitão

O projeto [o]92ateoinfinito reúne imagens que montam uma retrospectiva da carreira do fotógrafo, marcada pela forte influência da música e do skate

De 09 de agosto a 01 de setembro de 2012, a Matilha Cultural recebe o projeto [o]92ateoinfinito, de Fabio Amad, a.k.a. Bitão. A exposição propõe compartilhar o ponto de vista privilegiado do fotógrafo e skatista. São 1000 fotos, ampliadas e apresentadas em diferentes instalações, proporcionando uma experiência visual intensa. As imagens trazem duas décadas de vivência sobre quatro rodinhas de poliuretano. Mais do que manobras, [o]92ateoinfinito traz o registro do estilo de vida de uma comunidade global, tanto em seus momentos obscuros, quando havia poucos fotógrafos por perto, quanto no auge da popularidade do skate.

O fotógrafo exibirá imagens registradas entre 1992 e 2012, com uma instalação que forma um mosaico de sua trajetória. A compilação de figuras para o projeto [o]92ateoinfinito resultou no livro, com mesmo título, que será lançado durante a exposição. A programação do cinema da Matilha Cultural, nesse período, será inspirada na exposição, com filmes que retratam o universo da música e do skate, sob curadoria do próprio artista. As peças de Bitão estarão à venda e o valor arrecadado pela Matilha Cultural será revertido à continuidade dos projetos culturais do espaço.

A exposição contará ainda com circuito de skate, que será fotografado durante o projeto. Segundo o curador da exposição Lucas Pexão Ribeiro, “a ideia é expandir as possibilidades do espaço expositivo, Bitão construiu com alguns amigos cinco obstáculos de skate experimentais, no segundo andar da Matilha Cultural. Ao longo do período de exposição, skatistas convidados passarão pelo percurso e serão fotografados, gerando mais imagens para a exposição, um projeto que se mantém vivo, recebendo performances e updates”.

Fabio Bitão teve seu primeiro contato com o skateboard no final dos anos 70, sua primeira paixão. Cada vez mais incorporado a esse universo, sua visão do mundo foi construída sobre o shape, ao som de soul, jazz, rap, punk rock e rock’n’roll. Aos 20 anos teve contato com sua segunda adoração e profissão, a fotografia. Aliando seus campos de conhecimento, atualmente é conhecido pela capacidade de identificar manobras tecnicamente perfeitas e retratá-las por meio de seu olhar veloz. A interpretação positiva, divertida e controversa do fotógrafo também fica nítida em seus retratos e paisagens.

Seu trabalho com o skateboard fez dele uns dos profissionais mais reconhecidos da cena brasileira. Registrou inúmeras sessões de skate nas duas últimas décadas, além de fotografar personalidades do meio. Teve suas obras expostas em todo o Brasil, além de Los Angeles (Re:board Brazilian Art Research, em 2010), São Francisco (We’re Mixed Up, em 2010) e Tóquio (The World Cup of D.I.Y. Mag/zine 2010 & Anarchy Book Centre 3, em 2010). Em 2012 participou da aclamada exposição itinerante “Fake Sunset”, do MCDLab #3 Project, que passou por São Paulo, Curitiba, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e São Francisco (CA).

Seus retratos do cotidiano e críticas sociais também são características chaves de seu trabalho. Bitão faz fotos para revistas especializadas e de lifestyle, passando por todos os cenários das artes. No campo da música, retratou Nando Reis, MV Bill, Mayer Hawthorne, Zegon, entre outros, do underground ao mainstream. Desde 2011, é o fotógrafo responsável pelas imagens de backstage do desfile da estilista Juliana Jabour, no São Paulo Fashion Week. Seus registros são lembrados por documentarem todo um estilo de vida, entendendo o passado, fazendo o presente e olhando para frente. Para o infinito.

Coordenação e idealização: Fabio Amad Bitão

Curadoria: Lucas Pexão Ribeiro

Produção executiva: Subvert

Realização: Matilha Cultural

Projeto gráfico: Tamara Emy

Projeto 92atéoinfinito @ Matilha Cultural

Período expositivo aberto ao público: 09 de agosto a 01 de setembro

Rua Rego Freitas, 542 – São Paulo

Tel.: (11) 3256-2636

Horários de funcionamento: De terça-feira a domingo, exceto sábado, das 12h às 20h

Sábado, das 14h às 20h

Wi-fi grátis

Cartões: VISA (débito/ crédito)

Entrada livre e gratuita

www.matilhacultural.com.br

Tags:

Aug 1 2012

THE BUDOS BAND faz duas apresentações no SESC Pompeia

Nos dias 24 e 25 de agosto, o SESC Pompeia recebe os americanos da The Budos Band, pela primeira vez no Brasil, apresentada pelo site Só Pedrada Musical, idealizado pelo DJ e jornalista Daniel Tamenpi. Os shows serão realizados na Choperia, às 21h30. Os ingressos começam a ser vendidos a partir das 14h de 1º de agosto.
Integrante do casting de artistas da Daptone Records, gravadora independente de soul e funk do Brooklyn (NY), ao lado de Sharon Jones, Antibalas e Charles Bradley, a orquestra foi formada no começo dos anos 2000 e já conta com um EP e três discos lançados, entre eles, o mais recente, “The Budos Band III” (2010), composto por 11 faixas.  O álbum recebeu boas críticas da imprensa americana e rendeu turnê pela América do Norte.
A banda instrumental traz à tona a clássica sonoridade dos anos 60 e 70, com forte influência de música africana, latina e funk americano, mesclando jazz, soul, afrobeat e outros ritmos. Nomes, como Cairo Jazz Band, JC Davis, Mulatu Astatke e Black Sabbath são inspirações para a orquestra, que define o próprio estilo como “instrumental afro-soul”.
Tal sonoridade, que envolve teclados psicodélicos, percussões frenéticas e guitarras encorpadas, conquistou um público diversificado, desde dançarinos de break e produtores de hip hop a diretores de filmes, televisão e jogos de vídeo game.
The Budos Band tem uma formação que varia de nove a 13 integrantes. Para o show no Sesc Pompéia, vem com 10 músicos: Brian Profilio (bateria), Daniel Foder (baixo), Thomas Brenneck (guitarra), Michael Deller (órgão), Jared Tankel (saxofone), Andrew Greene (trompete), Vincent Balestrino (xequerê, tamborim), Robert Lombardo (bongos e congas), John Carbonella Jr (conga) e Anthony Gargiso (percussão).
Só Pedrada Musical
Daniel Tamenpi é o nome por trás do Só Pedrada Musical, um dos principais sites de música negra e de vanguarda, idealizado em maio de 2006. Desde o início, Tamenpi, que é pesquisador musical, jornalista e DJ, mantém o site atualizado com postagens de discos de hip hop, soul, jazz, reggae, funk e outros estilos semelhantes. No site, também é possível encontrar resenha de discos e shows, podcast mensal com tudo o que se passa pelo blog e produção de mixtapes, com grandes nomes da música nacional e internacional.
Com mais de cinco milhões de views em toda a sua história e cerca de 3.500 acessos diários, o Só Pedrada Musical contribui para a disseminação do trabalho de alguns artistas nacionais e internacionais, bem como da nova safra de artistas influenciados pela música negra, entre eles, Mayer Hawthorne, Aloe Blacc, Flying Lotus, Criolo, Emicida, Pai Lua, B-Negão e Os Seletores de Frequência, Nneka e Austin Peralta. http://www.sopedradamusical.com/
Serviço
SESC Pompeia apresenta THE BUDOS BAND
Dias 24 e 25 de agosto de 2012, sexta-feira e sábado, às 21h30
Local: Choperia
Lotação: 800 pessoas
Duração: 90 minutos
Ingressos: R$ 6,00 a R$ 24,00
SESC Pompeia – Rua Clélia, 93
Telefone para informações: (11) 3871-7700
Não há estacionamento. Para informações sobre outras programações, ligue 0800-118220 ou acesse o portal www.sescsp.org.br.
Horário de funcionamento da Bilheteria – De terça-feira a sábado, das 9h às 21h, e domingos e feriados das 9h às 19h.

Tags:

Aug 1 2012

Grátis Pockts Shows Tiquequê Comemora 10 Anos de Carreira e Lança DVD

TU TOCA O QUÊ?

untitled

O grupo de música mistura elementos das danças brasileiras,

das brincadeiras populares, da percussão corporal e do teatro

em trabalho dedicado ao universo infantil. Grupo apresenta pockets shows gratuitos.

O grupo Tiquequê comemora 10 anos de carreira com o lançamento de seu primeiro DVD “Tu Toca o Quê?”, gravado ao vivo durante uma apresentação no Teatro Alfa, em São Paulo.

São apresentados durante o show diversos arranjos musicais, combinando instrumentos tradicionais – violões, cavaquinhos, escaleta e vozes – com percussão corporal, baldes, caixas de CDs e outros objetos, mostrando às crianças que a criação musical pode se alimentar de diferentes fontes sonoras. O grupo traz elementos das danças brasileiras, das brincadeiras populares, da percussão corporal, do teatro e das histórias para fazer com que untitled “Tu Toca o Quê?” seja mais que um simples show de música. A riqueza visual do espetáculo é reforçada por um cenário interativo e tridimensional de tecidos coloridos sobrepostos que criam diferentes efeitos de luz. Nos buracos, os integrantes podem brincar de se esconder ou se revelar.

Há também momentos em que este mesmo cenário funciona como tela para a projeção de pequenos vídeos de animação, que dialogam com as músicas. Quatro caixas móveis são configuradas de várias maneiras para complementar as cenas, formando uma escada para um gigante, uma casa para um quati , um palco para pés-cantores.

Outro destaque do grupo é a inclusão no repertório de canções que à primeira vista não pertencem ao universo infantil. Canções esquecidas ou desconhecidas, antigas ou recentes são resgatadas pelo grupo, como “Nem Tudo” (Arnaldo Antunes), “Prato Fundo” (Noel Rosa) e Alô Alô, como Vai?” (Jorge Benjor); além de composições inéditas do próprio grupo, como “Quero Começar” (Wem), “ O Gigante” (Angelo Mundy) e “A Rosa e o Cravo” (Diana Tatit).

O grupo já se apresentou em diversas unidades do Sesc, em escolas de São Paulo, CEU, entre outros.

Toda esta energia do show ao vivo foi gravada e o DVD “Tu Toca o Quê?” chega às lojas no dia 10 de agosto  pela gravadora MCD. Para comemorar o lançamento, já estão agendados pockets shows gratuitos:

· 19/8 domingo das 16h às17h

na Livraria Saraiva do Morumbi

· 25/8 sábado, das 15 às 16h

na Livraria Cultura shopping Bourbon

· 26/8 domingo, das 16h às 17h,

na Fnac Pinheiros

· 01/9 sábado, das 16h ás 17h

Na Livraria Saraiva do Shopping Center Norte

· 2/9 domingo, das 16h ás 17h

· Na Livraria da Vila – Fradique Coutinho

Ficha Técnica

Direção e Produção: Tiquequê

Produção Executiva: Mara Zeyn

Figurino: Isabela Telles

Cenário: Renato Theobaldo

Caixas Cenário: Marcelo Jabu

Vídeos de animação: Gabriel Almeida

Adereços: Manoella Rotelli e Naya Sá

Duração: 35 minutos

Gravadora MCD

Preço: R$ 28,90

Previsão de chegada às lojas:  10 de Agosto

À venda nas melhores lojas e livrarias do país

www.tiqueque.com

Sobre o Grupo

O Tiquequê surgiu do encontro entre três primas que vinham de uma família cheia de artistas e um jovem músico.

Todos, desde pequenos, gostavam de cantar e de fazer teatro, e ao se dar conta de que o universo infantil era seu maior interesse em comum resolveram criar um grupo para trabalhar em festas. Pronto: o trabalho seria juntar um pouco de tudo que faz parte desse universo — música, dança, teatro, brincadeiras, histórias — e transformar certos elementos simples (como pequenos instrumentos inusitados, sons do corpo e de objetos do cotidiano, gestos, trechos de passos de dança...), em um espetáculo que pudesse comunicar muito com muito pouco.

A simplicidade, a perspectiva e a reação das crianças foram as principais organizadoras e diretoras das criações do grupo. E foi o que eles fizeram por 6 anos. Não só em festas, mas em eventos de escolas, teatros e espaços de convivência de SESCs. Então, uma das meninas foi morar fora do país por um tempo... E, justamente nesse momento, eles encontraram outro músico, que também gostava de crianças e de teatro! Perfeito! Seria um novo quarteto!

Passaram-se mais quatro anos, e eles criaram novos espetáculos, dessa vez com uma produção maior — novos cenários, novos figurinos, novas possibilidades. “Tu Toca o Quê?” e “Canta Outra” fi zeram temporadas de grande sucesso em São Paulo. E o Toc Patoc, aquele primeiro espetáculo do grupo, continuava a ser solicitado.

Hoje o grupo já conta com um CD, uma pequena linha de produtos artesanais — chapéus, camisetas, cadernos — relacionados a momentos e personagens de seus espetáculos.

Além do lançamento do DVD “Tu Toca o Quê?” um novo CD, totalmente autoral, já está em fase de pré-produção.

Tags:

Aug 1 2012

“Angela Dip ... Só para mulheres”

Espetáculo prorrogado até o dia 29 de agosto,

com exceções nos dias 01 e 15,

em que a atriz não irá se apresentar

Estreou no dia 4 de julho, no Teatro da Livraria da Vila no Shopping Iguatemi - JK

untitled

“Eu torro toda a minha grana em roupa.

Pelo menos meu dinheiro está todo investido.

Vestido longo, vestido curto...”

“Angela Dip só para mulheres” é um espetáculo

que no título já resume a que veio. Só para mulheres.

Desta forma, homens ficarão do lado de

fora enquanto as mulheres se divertem com a atriz.

No formato stand up, Angela Dip reúne,

de forma fragmentada e aleatória, histórias,

frases e pensamentos de várias mulheres, entre elas a própria autora,

afinal, a maioria das mulheres  segue  desde tempos imemoriais

“alimentando seus pares com sexo e comida!”

Num texto descontraído, a atriz faz reflexões rasteiras

e bem humoradas sobre beleza, moda e variados comportamentos sexuais.

As estórias e observações partem do ponto de vista de uma mulher

irônica e por vezes ácida! Questões do cotidiano feminino como casamento,

cirurgias estéticas e menopausa são expostas

de maneira  divertida e por vezes inusitada...

"Angela Dip só para mulheres"

Direção e Texto: Angela Dip

Estreia 4 de julho

Próximas apresentações: Às quartas-feiras,

dias 08, 22 e 29 de agosto, às 20h

Ingressos: R$ 40 (com meia entrada)

Capacidade: 125 lugares

Duração: 50 minutos

Faixa Etária: 14 anos

Gênero: humor stand up

Local Teatro da Livraria da Vila no Shopping Iguatemi - JK

Av. Presidente Juscelino Kubitschek, 2041 – Vila Olímpia

Bilheteria: das 10h30 às 22h de segunda a sexta-feira, sábados das 10h às 22h

Domingo das 12h às 20h

Ou através do Ingresso Rápido

http://www.ingressorapido.com.br

(11) 4003. 1212

Ficha Técnica

Sobre Angela Dip

Gaúcha, Angela Dip é uma artista completa.

Ao longo de sua carreira transitou  nos mais diversos gêneros artísticos.

Além de cinema, stand-up e de inúmeras peças teatrais, entre elas, o monólogo “ O Barril”  e o espetáculo “ Terça Insana” , Angela Dip participou na TV do premiado programa infantil “Castelo Ra Tim Bum” na Tv Cultura, da Minissérie  “Maysa” e do seriado “Malhação” Na Tv Globo. Fez  participações especiais em “A Grande Familia”,” Toma La da cá” e “Aline”.

Em 2009, na Primeira Mostra Brasileira de Stand-up Paulista, seu stand up foi eleito como o melhor  pelo jornal “A Folha de São Paulo”.

atualmente esta em cartaz com a comédia musical "Sabor a Freud",com Juan Alba

e fez uma participação recentemente em Avenida Brasil.

“Partindo da auto exposição desabrida para ir além da pura piada, transgride os padrões do gênero e transborda. Concede a temática sexual os trocadilhos habituais, mas o faz de um ponto de vista particular, quase lírico. O público chega a estranhar, mas acaba se entregando ao riso cativado pela autenticidade do que se apresenta”.

Luis Fernando Ramos – Folha de São Paulo

Tags: