Jun 18 2013

Artistas lançam projeto em São Paulo que une a música com outras artes, no ECUM

Espetáculo de estreia tem como convidados os compositores Tatá Aeroplano e Peri Pane, além do escritor André Sant’Anna e da trupe circense As Cabareteiras.

Novidade na cena paulistana, o projeto Cabarezinho estreia no dia 28 de junho, sexta-feira, no Centro Internacional de Teatro - ECUM, às 23 horas. O formato é inusitado: um espetáculo-cabaré, totalmente acústico, que acontece quinzenalmente no porão do teatro.

O Cabarezinho foi inspirado no pequeno cabaré francês Lapin Agile. Com direção geral e musical de Luiz Gayotto (também idealizador), o cabaré tem como atração fixa um coro formado por seis cantores, além de Rogério Rochlitz, ao piano. Este grupo funciona como mestre de cerimônia, recebendo os artistas convidados. Entre uma e outra apresentação, o grupo anfitrião mostra breves números musicais e conduz o espetáculo.

untitled  untitled untitled untitled

Os convidados da noite de estréia são os compositores Tatá Aeroplano (Cérebro Eletrônico, Jumbo Elektro e Zeroum) com uma pequena amostra de seu primeiro álbum individual, e Peri Pane, que apresenta também seu álbum solo, Canções Velhas Para Embrulhar Peixes, com composições próprias e parcerias com o poeta arrudA, que participa da apresentação com intervenções poéticas. O Cabarezinho recebe ainda o escritor André Sant’Anna que mostra seu lado performer com o show Sons e Furyas, além da trupe As Cabareteiras que levam bom humor para o encontro com breves números circenses.

O Cabarezinho

A cada noite, numa pequena arena, quatro atrações convidadas (de diversas áreas culturais) se revezam, intercaladas pelo grupo fixo (coro e pianista). Os convidadas serão sempre artistas com carreiras consolidadas, seja na música, no teatro, na literatura, poesia ou circo.

Cabarezinho tem proposta intimista - para deixar o artista bem pertinho da platéia - e os convidados podem apresentar outras facetas, diferentes daquelas a que estão acostumados. O contraste entre as diferentes apresentações e performances garante dinamismo às noites culturais.

Segundo o idealizador e diretor Luiz Gayotto, o Cabarezinho tem o Lapin Agile apenas como inspiração. “Se de um lado, assim como o pequeno cabaré de Paris (ainda com a tradição dos antigos e acanhados cabarés), não pretendemos reproduzir o Moulin Rouge ou o Lido; de outro lado, o Cabarezinho será mesmo brasileiro”. Ele explica que repertório do coro anfitrião é predominantemente de música brasileira. No roteiro tem homenagens a compositores tradicionais, como Assis Valente, Lupicínio Rodrigues e outros, e também autores contemporâneos como Caetano Veloso e Chico Buarque. Compositores da cena musical atual, mesmo que pouco conhecidos do grande público, também entram nessa “trilha sonora”.

Paola Musatti e Fausto Franco são os diretores cênicos do Cabarezinho. A ambientação da pequena arena onde acontece o espetáculo sugere intimismo, propiciado pela proximidade dos artistas com o público. E a ausência de qualquer sonorização (tecnológica) favorece o clima para um pequeno cabaré. Ao lado da arena, público dispõe de um bar, mas o consumo é liberado somente em momentos específicos, determinados pelos mestres de cerimônia, pra que não interfira nos shows.

Ficha técnica

Espetáculo: Cabarezinho

Idealização, direção geral e direção musical: Luiz Gayotto

Direção cênica: Paola Musatti e Fausto Franco

Cantores: Henrique Benvenutti, Laya  Lopes, Luciane Valle, Luiz Gayotto, Maria Rosa, Paola Musatti, Tatiane Klein, Yoyo

Iluminação: Carine Spuri

Produção: Ademir Dema

Piano: Rogério Rochlitz

Arte Gráfica: Élcio Miazaki

Serviço

Estreia: dia 28 de junho de 2013 - às 23 horas

Convidados: Tatá Aeroplano, Peri Pane & arrudA, André Sant’Anna e As Cabareteiras

Centro Internacional de Teatro - ECUM - Porão

Rua da Consolação, 1623 – Consolação/SP. Tel: (11) 3255 5922 ou (11) 3129 9132

Ingressos: R$ 40,00 (meia: R$ 20,00). Bilheteria: 1h antes das sessões.

Duração: 100 min. Classificação etária: 18 anos. Capacidade: 80 lugares.

Acesso universal. Ar condicionado. Estacionamento conveniado ao lado do teatro: 15 reais.

Próximas datas / Cabarezinho: 12 e 26 de julho e 9 de agosto - às 23 horas

OS CONVIDADOS:

Peri Pane

Peri Pane é compositor, performer e repórter. Suas canções “Tobogã pro Inferno” e “220 V” foram gravadas pelo grupo Cérebro Eletrônico e pela dupla Miranda Kassin e André Frateschi. Lançou o disco O Fantasma da Light com o grupo Odegrau, selecionado para o projeto Prata da Casa, no Sesc Pompéia, e para a exposição Roteiro Musical da Cidade de São Paulo, no Sesc Santana. Em 2009, apresentou o programa Ecoprático, na TV Cultura, ao lado de Anelis Assumpção. Criou a performance HoMeM ReFluXo (www.homemrefluxo.com), em 2003, que teve apresentações em São Paulo, Rio de Janeiro, Barcelona e Nápoles. Em 2012, lançou o álbum solo Canções Velhas Para Embrulhar Peixes, com composições próprias e parcerias com o poeta arrudA, ao lado dos músicos Otávio Ortega e Marcelo Dworecki, que assina a produção musical.

arrud∆ é poeta nascido e criado na cidade de São Paulo. Atua na literatura na música e em performances poéticas. Tem três livros de poesia publicados e poemas musicados por artistas como Alzira Espíndola, Lucina, Tatá Aeroplano, Peri Pane e Jerry Espíndola. Finalista do Prêmio Visa de Compositores 2006, em parceria com Alzira Espíndola, com quem lançou dois discos, assinando todas as letras: Alzira E (Duncan Discos/Tratore) e Pedindo a Palavra (independente). Como letrista tem canções gravadas por Zélia Duncan, Carlos Navas e Maria Alcina. Sua produção poética em: facebook.com/folhadearruda.

Tatá Aeroplano

Tatá Aeroplano é músico, compositor, DJ e agitador cultural. Vocalista das bandas Cérebro Eletrônico, Jumbo Elektro e Zeroum, também integra o grupo musical Frame Circus, especializado em criar trilha sonoras originais para filmes mudos. Com o Cérebro Eletrônico e Jumbo Elektro, apresentou-se na Europa, no Festival Brasil Noar, em Barcelona, Espanha. Com o Jumbo lançou dois discos, Freak to Meet You e Terrorist!? e com o Cérebro lançou Onda Híbrida Ressonante, Pareço Moderno e Deus e o Diabo no Liquidificador. Em 2012, lançou o primeiro disco, homônimo, individual, produzido por Dustan Gallas e Junior Boca, que pode ser baixado (grátis) no http://www.tataaeroplano.com.br. Atualmente, Tatá mantém um canal de entreterimento no Youtube, http://www.youtube.com/aeroplano99, aonde publica Mini-web-séries, performances e mini documentários do cotidiano.

As Cabareteiras

As Cabareteiras - Daniela Rocha Rosa, Helena Cerello, Luciana Menin e Erica Stoppel - trazem o tom circense e bem humorado para suas performances. No Cabarezinho, Alfonsina, uma mulher apaixonada... de ponta cabeça com suas lembranças de um amado e seu lencinho branco, equilibra-se sobre uma cadeira ao som da canção francesa interpretada por Helena Cerello. Carmelita del Rosário equilibra pratos de porcelana e convida como partener a “mágica figura Daniela Rocha Rosa”.

André Sant’Anna

André Sant’Anna é músico, escritor, redator de televisão e publicidade. É autor da trilogia Amor (Edições Dubolso), Sexo e Amizade (Companhia das Letras), O Paraíso É Bem Bacana (Companhia das Letras) e Inverdades (7Letras). O Importado Vermelho de Noé (de sua autoria) foi incluído na antologia Os Cem Melhores Contos Brasileiros do Século XX (Ítalo Moriconi-Objetiva) e Pro Beleleu, na antologia As Cem Melhores Crônicas Brasileiras (Joaquim Ferreira dos Santos-Objetiva). Participou do grupo Tao e Qual, entre 1980 e 1990, e atua no show Sons e Furyas, desde 2007.

EQUIPE - PERFIS:

Luiz Gayotto (idealização, direção geral, direção musical e voz)

untitled

Nascido em Florianópolis (SC), é compositor, cantor, arranjador, violonista, percussionista e percussionista corporal. Formado em música popular pela Unicamp/SP em 1992, tem quatro CDs autorais lançados: O Catarina (Dabliú Discos), Viver e o Amor na Cidade Grande (Dabliú Discos), Fragmentos de Música Livre e Espontânea (MCD World Music) e Proponhomix (Selo Cooperativa). Em 2007, foi indicado para o Prêmio Shell de Teatro pela trilha de Vem-Vai O Caminho dos Mortos (Cia Livre de Teatro).  Em 2009, fez a direção musical de Se Você Não Sabe Mais Quem É..., de Heiner Müller com a Cia. São Jorge, vencedor do Prêmio Shell 2010 como Projeto Especial. É autor de trilhas dos curtas-metragens Profetas da Chuva e da Esperança de Márcia Paraíso, premiado nos festivais V Catarina Festival de Curtas e Documentários, IV Curta Canoa (CE), e Nem Caroço, Nem Casca (Will Martins). É convidado da Companhia Novadança para quatro espetáculos como Experimentações Inevitáveis + Antropofágica 3, vencedor do Prêmio APCA 2007, Tráfego e E aí, Vamos Dançar?. Participou do Grupo de percussão corporal Barbatuques, desde a sua origem até 2002; é idealizador do festival Catarse, cuja sétima edição ocorreu em 2012 na Casa das Caldeiras. Desde 2007, é professor de prática vocal e diretor do Grupo Vocal EMESP, na EMESP - Tom Jobim. www.luizgayotto.com.br.

Rogério Rochlitz (piano)

Nova imagem

Compositor, pianista e produtor musical, Rogério Rochlitz têm quatro CDs e um DVD lançados. Como pianista e tecladista, ele integrou a banda Jambêndola e acompanhou artistas como Sidney Magal, Danilo Caymmi, Ney Mesquita e Ortinho, entre outros. Como tecladista do Trio Mocotó, apresentou-se em mais de 20 países da Europa e África. Produz com a artista plástica Regina Silveira instalações sonoras que já foram expostas nos EUA, Polônia, Espanha, Índia e Colômbia. Foi tecladista dos programas Circo do Edgard e Edgard no Ar, do canal Multishow. Foi também produtor integrante das bandas Farufyno e do cantor Tião Carvalho.

Paula Musatti (direção cênica e voz)

untitled

Atriz e palhaça formada pela Escola de Arte Dramática – ECA/USP, Paola Musatti trabalha no projeto de Humanização Hospitalar Doutores da Alegria desde 1996, integra a Cia. Jogando no Quintal, desde 2001, e fundou Cia. Cênica Nau de Ícaros, na qual atuou por quatro anos. No cinema atou em Doutores da Alegria - o Filme, de Mara Mourão. Também ministrou curso de palhaço na Cia. do Quintal, na Colômbia (Festival de Medelin) e no Festival Mundial de Circo, em Belo Horizonte. Participou do Festival de Cenas Curtas do Grupo Galpão Cine Horto (Belo Horizonte), Esse Monte de Mulher Palhaça (Rio de Janeiro), Fringe - Festival de Teatro de Curitiba, Festival de Circo do Brasil – Ano França-Brasil (Recife), XIII Festival Ibero Americano de Teatro de Bogotá (Colômbia), Palhaçaria - 1º Festival Internacional de Palhaças (Recife) e outros. Entre seus principais espetáculos estão: Que História é Essa? (dir. Paola Musatti e Vera Abbud), Show Dela (supervisão Domingos Montagner), O Mágico de Nós (dir. César Gouvêa), IOU - A Fábula do Cubo e do Cavalo (dir. Guto Lacaz), Histórias do Brasil (dir. Beto Lima, Pia Fraus), Jogando no Quintal (dir. Cesar Gouvêa e Marcio Ballas) e O Violinista no Telhado (dir. Iacov Hillel). Prêmios recebidos em primeiro lugar: Show Dela - Festival de Cenas Cômicas e XI Fescete (também melhor atriz, melhor sonoplastia, direção, cenário e júri popular); Jogando no Quintal - Campeonato de Match de Improvisação no Festival Ibero Americano de Bogotá, Colômbia.

Fausto Franco (direção cênica)

untitled

Fausto Franco é formado pela Escola de Arte Dramática – ECA/USP. Entre seus trabalhos profissionais, estão os espetáculos: Enlace - A Loja do Ourives (musical, dir. Roberto Lage), Bixiga - Um Musical na Contra Mão (musical, dir. Mario Masetti), A Flauta Mágica (dir. Roberto Lage), Idiota no País dos Absurdos (dir. Domingos Nunes), O Vôo (Cia. As Graças), O Aprendiz de Maestro - Quem Canta seus Males Espanta (dir. Regina Galdino), As Roupas Do Rei (dir. Cris Lozano), Os Lusíadas (dir. Iacov Hillel), Buster - O Enigma do Minotauro (Grupo Xpto), Cabaret Insólito (dir. Mario Masetti), A Farsa da Inês Pereira (dir. João Albano) e outros. Na televisão, atuou em Senta Que Lá Vem Comédia (TV Cultura), Casa se Orates. (dir. Adriano Stuart) e Este Ovo é Um Galo (dir. Beth Dorgan). Entre os prêmios estão o APETESP de Melhor Ator Coadjuvante por Farsa Infantil da Cabeça do Dragão (1989) e APCA de Melhor Espetáculo para As Roupas do Rei (2002), O Terror dos Mares (2001), O Pequeno Mago (Grupo Xpto, 2000) e Buster - O Enigma do Minotauro (Grupo Xpto, 1999).

Tags:

May 23 2013

Teatro em Movimento apresenta “Doidas e Santas”

Nova imagem

Peça estrelada por Cissa Guimarães, Giusepe Oristânio e Josie Antello celebra dois anos e meio em cartaz, 500 apresentações e mais de 130 mil espectadores no Rio de Janeiro. Indicado pelo Jornal O Globo e pela revista Veja Rio como um dos melhores espetáculos da temporada, “Doidas e Santas” faz curta temporada no Teatro Sesc Palladium, de 14 a 16 de junho

O Teatro em Movimento dá continuidade às ações do projeto trazendo à capital mineira um dos espetáculos de maior sucesso da cena teatral carioca, a comédia romântica, “Doidas e Santas”. O texto de Regiana Antonini, livremente inspirado no livro homônimo de Martha Medeiros conta a trajetória de Beatriz (Cissa Guimarães), uma psicanalista em crise no casamento: o marido (Giuseppe Oristanio), turrão e machista, desabona quando recebe dela a notícia de que deseja a separação. A irmã, a mãe e a filha de Beatriz dão tempero extra à história, vividas pela atriz Josie Antello. Indicado pelo Jornal O Globo e pela revista Veja Rio como um dos melhores espetáculos da temporada e visto por mais de 130 mil pessoas desde sua estreia, em abril de 2010, a peça fica em cartaz no grande teatro do Sesc Palladium, de 14 a 16 de junho, sexta a domingo.

No espetáculo, que tem direção de Ernesto Piccolo, o público compartilha alegrias, desilusões, neuroses da vida urbana, o prazer que se esconde no dia a dia, as relações amorosas, os mistérios da maternidade, o poder transformador da coragem e do afeto. Além de protagonista, Cissa Guimarães é idealizadora do projeto e produtora em parceria com Maria Siman (da Primeira Página Produções).

saber mais sobre o espetáculo, ver fotos, crítica e vídeo, acesse:

http://www.primeirapaginaproducoes.com.br/espetaculos/Doidas%20e%20Santas/doidas&santas.htm

Serviço Belo Horizonte:

“Doidas e Santas”, com Cissa Guimarães e elenco

Classificação etária: 12 anos

Duração: 95 minutos

Dias/Horários: 14 a 16 de junho – sexta às 21h30, sábado às 20h e domingo às 18h

Local: Sesc Palladium – Av. Augusto de Lima, 420, Centro – BH – estacionamento no local

Ingressos: Plateia I e II: R$ 70,00 inteira e meia-entrada R$ 24,50

Plateia III: R$ 60,00 inteira - meia-entrada R$ 21,00

Venda online: WWW.ingresso.com / 4003.2330

Informações: (31) 3279.1500- www.teatroemmovimento.com.br

Tags:

May 17 2013

Caixa Cultural apresenta Eduardo Dussek

untitled

Show-man carioca embala viagem musical energizante e festiva.

Show integra a programação da Virada Cultural 2013.

A CAIXA Cultural São Paulo apresenta nos dias 18 e 19 de maio – sábado e domingo – show grátis com o multifacetado artista Eduardo Dussek, que promete encher o espaço de música e humor. O roteiro intercala canções com breves textos, brincadeiras e improvisações numa pequena performance com participação do público.

Eduardo Dussek é cantor e compositor de raro carisma e com um forte viés teatral. Ele também trabalha como ator, autor, diretor, escritor e compositor para teatro. Nesse show na CAIXA Cultural, apresenta-se somente em companhia do piano, amparado por sua voz e seu talento. O intérprete faz um show que mescla músicas autorais conhecidas do grande público, com novas e hilárias canções, como é o caso do “Pilosofia Vurtuguesa” (parceria de Dussek com Valério Wizz).

Num clima feérico, ele também aposta na reciclagem de seus sucessos - como “Nostradamus”, “Cantando no Banheiro”, “Doméstica” (parceria com Luis Carlos Góes) e “Rock da Cachorra” (de Leo Jaime) – que ganham releituras atuais, mostrando que os temas também continuam atuais. O repertório contempla ainda algumas canções românticas que marcaram época como “Aventura (Luz de Velas)” e “Cabelos Negros”, entre outras.

Eduardo Dussek avisa que o público vai saborear algumas surpresas quando ele enveredar pelas trilhas dos anos 80 e nas recriações dos amigos e ídolos Rita Lee e Lulu Santos. O artista também faz reverencia à MPB tradicional cantando pérolas de Pixinguinha e Tom Jobim; e para encerrar o show, um toque carnavalesco com marchinhas, uma espécie de marca registrada do compositor-cantor.

Show (voz e piano): Eduardo Dussek

Datas: dias 17, 18 e 19 de maio de 2013

Horários: sexta-feira a sábado (às 20 horas) e domingo (às 18 horas)

Local: CAIXA Cultural São Paulo

Praça da Sé, 111 - Tel: (11) 3321-4400

Entrada franca (retirar ingressos na bilheteria com 1h de antecedência)

Classificação etária: 14 anos - Capacidade: 80 lugares - Duração: 80 min.

Acesso para pessoas com necessidades especiais

Patrocínio: Caixa Econômica Federal

Tags:

May 16 2013

Sebastian Bach: ingressos para show em SP à venda

Músico durante apresentação na capital paulista no ano passado

Depois de três apresentações bombásticas pelo Brasil no ano passado, o galã Sebastian Bach, ex-vocalista do Skid Row e atualmente em carreira solo, volta ao país como uma das atrações do Rock in Rio e também para única performance em São Paulo. Com a produção da Dark Dimensions, o músico se apresenta na capital paulista, no próximo dia 22 de setembro, no Carioca Club.
Os ingressos para o show já estão à venda. Os fãs interessados em conferir esta performance podem garantir presença em www.ingressosparashows.com.br, nas bilheterias da casa de eventos ou na Galeria do Rock (loja Lady Snake). O valor das entradas custam R$ 90,00 (estudante/pista), R$ 110,00 (promocional antecipado/pista), R$ 220,00 (camarote promocional – últimas unidades no Carioca Club).
O frontman segue em turnê mundial do álbum "Kicking & Screaming" e divulgando o disco duplo ao vivo "ABachalypse". O repertório deve ser composto por sucessos que marcaram a sua carreira ao lado do Skid Row como as clássicas "Slave to the Grind", "Piece of Me", "18 and Life", "Monkey Business", "I Remember You", "Youth Gone Wild" e outras, além de composições novas.
Links relacionados:
http://www.sebastianbach.com
http://www.twitter.com/sebastianbach
https://www.facebook.com/sebastianbach
http://www.darkdimensions.com.br
http://theultimatepress.blogspot.com
Serviço São Paulo
Dark Dimensions orgulhosamente reapresenta Sebastian Bach
Dia: 22 de Setembro de 2013 - domingo
Local: Carioca Club
End: Rua Cardeal Arcoverde, 2899
Hora: Portas – 18h / Sebastian Bach 20:00
Ingresso online: www.ingressosparashows.com.br
Pontos de venda: loja Lady Snake (Galeria do Rock) e bilheteria do Carioca Club
Valores: R$ 90,00 (estudante/pista), R$ 110,00 (promocional antecipado/pista), R$ 220,00 (camarote promocional – últimas unidades no Carioca Club)
Classificação etária: 15 anos

Tags:

May 6 2013

Show Klaus Ximenes na Livraria Saraiva Shopping Vila Olímpia.

Nova imagem 

Acompanhado dos instrumentistas Zebu (contrabaixo elétrico) e Ricardo Moraes (bateria), o músico Klaus Ximenes realiza show de divulgação de seu novo álbum de canções, "Começando do começo". No repertório incluem-se também músicas de seu disco anterior, "Carnaval from Hell", lançado no Japão pela Tupiniquim Records, baseado em ritmos brasileiros como o baião, frevo e a quadrilha.

+ Artista: Klaus Ximenes

+ Onde: Livraria Saraiva Shopping Vila Olímpia. - Rua Olimpíadas, n.360 - Vila Olímpia - São Paulo/SP.

+ Quando: 17/05/2013 às 19h.

+ Quanto: Entrada franca.

Tags:

May 5 2013

Teatro em Movimento e Banco Volkswagen apresentam “Arte”, com Vladimir Brichta, Marcelo Flores e Claudio Gabriel

clip_image002

Com texto de Yasmina Reza e direção de Emílio de Mello, comédia que é sucesso internacional de público e crítica, faz uma análise inteligente e muito divertida da amizade, através da ótica masculina. Espetáculo tem curta temporada no teatro SESIMINAS, de 17 a 19 de maio

Um jogo cênico envolvente e bem humorado, com diálogos afiados que giram em torno da amizade de três amigos e seus conflitantes pontos de vista sobre a arte, comportamento, trabalho, relacionamento e os mais diversos assuntos. Yamina Reza, a consagrada autora de “Deus da Carnificina” apresenta a comédia “Arte”, com Vladimir Brichta, Marcelo Flores e Claudio Gabriel, por intermédio do projeto “Teatro em Movimento” e do Banco Volkswagen, em temporada no SESIMINAS, de 17 a 19 de maio, sexta a domingo.

Sucesso de público e crítica no Rio de Janeiro e em São Paulo, a montagem é considerada pelo jornal carioca O Globo um dos 10 melhores espetáculos de 2012. Sob a direção de Emílio de Mello, que também assina tradução do texto.

O Ministério da Cultura, ao lado do Instituto Unimed-BH e Rubim Produções viabilizam o projeto “Teatro em Movimento” em Belo Horizonte.

O espetáculo – Uma visão masculina sobre a amizade.

Sérgio (Claudio Gabriel), Marcos (Marcelo Flores) e Ivan (Vladimir Brichta) têm uma relação de grande amizade que vai sendo revelada e questionada à medida que se desenvolve uma mera discussão sobre um quadro aparentemente branco comprado na véspera por Sérgio. Um simples quadro monocromático acaba por colorir de sentimentos, emoções e pensamentos a divertida e contundente relação desses três amigos. Eles são levados à reflexão de suas vidas e expõem o avesso de suas relações, numa devoração crítica crescente que chega ao extremo. Num estilo simples e bastante original, Yasmina Reza revela-se uma grande artesã do não dito, do subentendido e do silêncio musical entre as palavras, buscando exprimir o todo através do nada, o trágico através do cômico, o grave através da suavidade.

“Não acredito que o ser humano seja pacífico. Penso que ele não evoluiu desde a Idade da Pedra e que o verniz social que nos protege da selvageria é inquietamente suave e sempre a ponto de estourar. Eu escrevo um teatro de tensão, porque as tensões nos governam. Meus personagens são pessoas educadas que pretendem manter a compostura. Mas como são também impulsivos, não conseguem manter as regras que impuseram a si mesmos. E é precisamente essa luta contra si mesmos que me interessa. Minhas obras sempre foram consideradas comédias, mas penso que são tragédias divertidas. Mas tragédias, ao fim...” - Yasmina Reza

A produção

Sobre o roteiro de “Arte”, o diretor Emílio de Mello afirma: “O texto apropria-se de situações corriqueiras e mundanas e nos devolve toda uma discussão muito divertida sobre questões da sociedade e do mundo contemporâneo.”

Vladimir Britcha, que pela primeira vez produz um espetáculo, assistiu a montagem argentina, com Ricardo Darin, em cartaz há mais de 10 anos em Buenos Aires e se encantou com o texto. “Quando o Marcelo (Flores) me chamou para montar este projeto não tive dúvida e vi que era o momento de realizar também a minha primeira produção. Pra mim, que venho exercitando a comédia na TV e no cinema com frequência, só justificaria voltar a ela no teatro se o riso fosse o meio e não o fim. E é isso que Yasmina faz com maestria. Premiada nos mais expressivos centros teatrais do mundo, o uso do humor de forma corrosiva, que destrói o verniz social e nos expõe a todos de forma demasiadamente humana”, conclui Brichta, que acaba de receber o Prêmio Contigo! de TV de melhor ator de série por Tapas & Beijos.

Marcelo Flores completa: "Nessa época que a qualidade e os limites do humor estão sendo questionados a todo o tempo, e as relações tendem à superficialidade virtual,  encontramos nesta excelente peça de Yasmina Reza o formato ideal para dar nosso testemunho e nossa opinião, após várias conversas com Vladimir e Lázaro Ramos (pra mim, uma espécie de padrinho desse nosso projeto)".

Montada em diversos países, como França, Inglaterra, EUA, Alemanha e Argentina, a peça, de 1994, foi encenada pela primeira vez no Brasil em 1998, com direção de Mauro Rasi e com Pedro Paulo Rangel, Paulo Goulart e Paulo Gorgulho no elenco. Mais recentemente, teve duas montagens no país, na Bahia, em 2004, com direção de Ewald Hackler, e em São Paulo, em 2006, com direção de Alexandre Heinecke. Agora, ganha uma nova montagem, com direção de Emílio de Mello, um dos nomes mais respeitados da cena teatral contemporânea, como ator e diretor. Além de dirigir Sonho de Outono (2009), de Jon Fosse, assinou a direção de dois outros textos de Yasmina Reza, O Homem Inesperado (2006) e Deus da Carnificina (2010), este último atualmente em cartaz e pelo qual foi indicado ao 23º Prêmio Shell de Teatro, na categoria de melhor direção.

FICHA TÉCNICA

De Yasmina Reza/ Tradução e direção: Emilio de Mello / Com: Vladimir Brichta, Marcelo Flores e Claudio Gabriel / Cenário: Aurora Campos / Figurinos: Marcelo Olinto / Iluminação: Tomás Ribas / Trilha Musical: Marcelo Alonso Neves / Fotos: André Wanderley / Direção de Produção: Dadá Maia e José Luiz Coutinho / Realização: Mbrichta Produções / Produção Local: Rubim Produções/ Apresentação Local: Teatro em Movimento, com apoio cultural do Instituto Unimed-BH

SERVIÇO

“Arte”, com Vladimir Brichta, Marcelo Flores e Claudio Gabriel

Classificação: 14 anos / Duração: 90 minutos / Gênero: Comédia

Local: SESIMINAS – Rua Padre Marinho, 60, Santa Efigênia

Dias/Horários: 17 a 19 de maio – sexta, às 21h; sábado, às 20h; e domingo às 19h

Ingressos ANTECIPADOS: R$ 60,00 inteira e R$ 30,00 meia entrada

Ingressos NA SEMANA DO EVENTO: R$ 70,00 inteira e R$ 35,00 meia entrada

Venda online: WWW.ingresso.com / 4003.2330

Informações: (31) 3241.7181

Sites: www.teatroemmovimento.art.br – www.rubim.art.br

Informações para a imprensa BH: AB Comunicação – Afonso Borges e Jozane Faleiro - (31) 3261.1501 / 9204.6367 – jozane@ab.inf.br

CURRÍCULOS

Yasmina Reza – Autora

Atriz, dramaturga, roteirista e escritora francesa, considerada um dos principais nomes da dramaturgia contemporânea mundial. Traduzida para mais de 30 idiomas, ela alcança, invariavelmente, um grande êxito de crítica e público em produções das mais respeitadas mundialmente, tais como: Royal Shakespeare Company, em Londres; o Schaubühne Theater, em Berlim; o Burgteater de Viena, além de Teatros consagrados em Moscou e na Broadway. Acumula prêmios da maior importância como MOLIÉRE, LAURENCE OLIVIER, TONY, dentre outros. Sua obra contém oito textos teatrais: Deus da Carnificina, Um Homem Inesperado, Três versões da Vida, A Passagem do Inverno, Conversas depois de um Enterro, Uma peça Espanhola e Arte.

Deus da Carnificina foi adaptado para o cinema. “Carnage”, com direção o Roman Polanski, conta no elenco com Jodie Foster, Kate Winslet, Christoph Waltz e John C. Reilly e sua estreia no Brasil está prevista para o segundo semestre de 2012.

Emilio de Mello – Diretor

Ator formado pela Escola de Arte Dramática de São Paulo e pela Escola de Comunicações e Artes da USP. Iniciou sua carreira em São Paulo em 1987, na Companhia Teatral São Paulo-Brasil. Atuou em várias montagens de textos clássicos, como Antígona, de Sófocles (1991) e direção de Moacyr Góes; O Avarento, de Moliére (2000) e direção de Amir Haddad; Ensaio. Hamlet, inspirado na obra de Shakespeare (2006/2008) e Gaivota – Tema para um conto curto (2006/2008), adaptação do clássico de Tchekhov, ambos sob a direção de Enrique Diaz. Participou também dos espetáculos A Prova (2002), Baque (2005)  e In On It (2009/2011).

Como diretor teatral, fez a co-direção de O Rei da Vela (1999), com Enrique Diaz,
e assinou a direção dos espetáculos O Homem Inesperado (2006), de Yasmina Reza; Sonho de Outono (2009), de Jon Fosse e Deus da Carnificina (2010),
também de Yasmina, pelo qual foi indicado ao 23º Prêmio Shell de Teatro, na categoria de Melhor Direção.

Vladimir Brichta – Ator

Cursou Artes Cênicas - Interpretação Teatral na Universidade Federal da Bahia.  Atuou em mais de vinte espetáculos, com destaque como protagonista para A Casa de Eros, de José Possi Neto, indicado ao prêmio de melhor ator no Troféu Bahia Aplaude; Equus, direção de Fernando Guerreiro, indicado para o prêmio de melhor ator do Troféu Bahia Aplaude; Calígula, direção de Fernando Guerreiro, ganhando o prêmio de melhor ator no Troféu Copene; A Máquina, de Adriana Falcão e João Falcão; Os Produtores, direção de Miguel Falabella; A Hora e Vez de Augusto Matraga e Hamelin, ambos dirigidos por André Paes Leme.

No cinema atuou nos filmes A MáquinaFica Comigo esta NoiteRomance, A Mulher Invisível, Quincas Berro D´Água. A serem lançados ainda este ano, A Coleção Invisível, de Bernard Attal, baseado no conto homônimo do autor austríaco Stepan Zewig, onde interpreta o protagonista Beto; e Minutos Atrás, de Caio Soh, baseado no peça de mesmo nome do diretor e roteirista.

Em televisão, seu trabalhos incluem as novelas: Porto dos Milagres; Coração de Estudante; Kubanacan; Começar de novo; Belíssima, e as séries: Faça a sua História; Separação; Amor em 4 Atos e Tapas & Beijos, esta última atualmente no ar; todos na Rede Globo.

Marcelo Flores – Ator

Bacharel em Artes Cênicas- Interpretação pela Escola de Teatro da UFBa. Integrante da Cia de Teatro OS ARGONAUTAS, que tem no repertório espetáculos como Nada Será como Antes (remontada no Rio de Janeiro, em 2006); Como Raul já dizia e Antígona. Iniciou a carreira na Bahia e desde então atuou em vinte e oito espetáculos, entre os quais destacam-se A ver Estrelas, de João Falcão ; Cuida Bem de mim, de Luiz Marfuz; Hamlet e BAAL, ambos dirigidos por Harildo Deda. No Rio de Janeiro atuou nos espetáculos Macbeth, Hamlet, ambos dirigidos por Aderbal Freire-Filho e A Hora e vez de Augusto Matraga, dirigido por André Paes Leme. Acumula participações na TV (As Cariocas, A Grande Família, Cilada, Faça sua História, dentre outras)  e na publicidade. No cinema, atuou em Transeunte, direção de Erik Rocha e De Pernas pro Ar, direção de Roberto Santucci. Seu último trabalho, na televisão, foi com a novela Cordel Encantado, da TV Globo.

Claudio Gabriel – Ator

Formou-se como ator na cidade do Rio de Janeiro, em 1992, pela Escola de Teatro Martins Penna. Acumula em seu currículo diversos trabalhos no teatro, no cinema e na TV, com destaque para as peças Bartleby, o escriturário (Direção: João Batista), A Invenção de Morel (Dir: Moacir Chaves), Os Cafajestes (Dir: Fernando Guerreiro), A Hora e Vez de Augusto Matraga (Dir: André Paes Leme) e Desesperados (Dir: Fernando Ceylão). No cinema, destacam-se Bellini e a Esfinge (Dir: Roberto Santucci), Anahy de las Misiones (Dir: Sérgio Silva) e 1972 (Dir: José Emílio Rondeau).

Na Rede Globo, atuou nas novelas Laços de Familia, A Padroeira e Cabocla, entre outras. Em 2007, passou a ser exclusivo da Rede Record, onde atuou nas novelas Bela, a Feia, Amor e Intrigas e Bicho do Mato, no seriado A Lei e o Crime e na minissérie Sansão e Dalila. Foi indicado ao Prêmio Coca-Cola de Teatro Jovem, no ano de 1996, por seu trabalho em Histórias de Sherazade (Direção: Jorge Crespo) e ganhou o prêmio de Melhor Ator, no Festival Internacional de Cinema do Paraná, em 2008, por seu trabalho no filme Alucinados, de Roberto Santucci. Atualmente, é um dos protagonistas de Fora de Controle, série policial de quatro episódios prevista para ir ao ar neste mês de maio, uma parceria Record e Gullane Filmes, com direção de Johnny Araújo e Daniel Rezende.

TEATRO EM MOVIMENTO

O projeto Teatro em Movimento, coordenado pela Rubim Produções, de Tatyana Rubim, foi criado há 12 anos, com o objetivo de descentralizar o acesso às grandes montagens do eixo Rio-São Paulo, promovendo a circulação dos mesmos para outros Estados e também pequenas cidades. Desde sua criação, foram mais de 170 peças e shows que somam mais de 492 apresentações. Inicialmente, atuando em Minas Gerais e seu entorno, o projeto levou à capital mineira e algumas cidades do interior, espetáculos com peso nacional, tendo no elenco atores como Bibi Ferreira, Thiago Lacerda, Glória Menezes, Antônio Fagundes, Nicete Bruno, Paulo Goulart, Marco Nanini, Luana Piovani, Lilia Cabral, Rodrigo Lombardi, Cláudia Raia, Marisa Orth, e muitos outros. Dentre os espetáculos, que o projeto deslocou para a capital mineira, estão os premiados musicais “Gonzagão – a Lenda”, “Bibi Ferreira – Histórias e Canções”, “Farsa da Boa Preguiça”, “Beatles Num Céu de Diamantes” etc.

O projeto também já atuou em diversos Estados brasileiros, tendo sido co-realizador da circulação dos espetáculos do grupo Ponto de Partida nas cidades de Mariana (MG), São Luiz (MA), Vitória (ES) e Aracajú (SE).

Os resultados do projeto vão além da inclusão das cidades na circulação das montagens. A iniciativa possibilita a formação de um espectador mais crítico e de um público mais preparado e habituado a lotar as salas dos teatros. A idéia é consolidar o hábito de ir ao teatro e fomentar a cultura das artes cênicas, por isso os espetáculos acontecem ao longo do ano e não concentrados em um curto período como nos festivais. O teatro, sendo um agente de transformação social, é capaz de atuar como um difusor de idéias e de cultura podendo ser usado como um instrumento de comunicação. Para ratificar a potencialidade de transformação social e cultural do teatro e colocar em prática os objetivos do projeto, o Teatro em Movimento ainda promove sempre que possível oficinas gratuitas, palestras e workshops para profissionais da área e interessados. Dessa forma, cria-se uma rede de circulação de informação fortalecendo a possibilidade de sustentabilidade do setor cultural.

Tags:

May 5 2013

Caixa Cultural apresenta Eduardo Dussek

Nova imagem

Show-man carioca embala viagem musical energizante e festiva.

Show integra a programação da Virada Cultural 2013.

A CAIXA Cultural São Paulo apresenta nos dias 17, 18 e 19 de maio - sexta a domingo – show grátis com o multifacetado artista Eduardo Dussek, que promete encher o espaço de música e humor. O roteiro intercala canções com breves textos, brincadeiras e improvisações numa pequena performance com participação do público.

Eduardo Dussek é cantor e compositor de raro carisma e com um forte viés teatral. Ele também trabalha como ator, autor, diretor, escritor e compositor para teatro. Nesse show na CAIXA Cultural, apresenta-se somente em companhia do piano, amparado por sua voz e seu talento. O intérprete faz um show que mescla músicas autorais conhecidas do grande público, com novas e hilárias canções, como é o caso do “Pilosofia Vurtuguesa” (parceria de Dussek com Valério Wizz).

Num clima feérico, ele também aposta na reciclagem de seus sucessos - como “Nostradamus”, “Cantando no Banheiro”, “Doméstica” (parceria com Luis Carlos Góes) e “Rock da Cachorra” (de Leo Jaime) – que ganham releituras atuais, mostrando que os temas também continuam atuais. O repertório contempla ainda algumas canções românticas que marcaram época como “Aventura (Luz de Velas)” e “Cabelos Negros”, entre outras.

Eduardo Dussek avisa que o público vai saborear algumas surpresas quando ele enveredar pelas trilhas dos anos 80 e nas recriações dos amigos e ídolos Rita Lee e Lulu Santos. O artista também faz reverencia à MPB tradicional cantando pérolas de Pixinguinha e Tom Jobim; e para encerrar o show, um toque carnavalesco com marchinhas, uma espécie de marca registrada do compositor-cantor.

Show (voz e piano): Eduardo Dussek

Datas: dias 17, 18 e 19 de maio de 2013

Horários: sexta-feira a sábado (às 20 horas) e domingo (às 18 horas)

Local: CAIXA Cultural São Paulo

Praça da Sé, 111 - Tel: (11) 3321-4400

Entrada franca (retirar ingressos na bilheteria com 1h de antecedência)

Classificação etária: 14 anos - Capacidade: 80 lugares - Duração: 80 min.

Acesso para pessoas com necessidades especiais

Patrocínio: Caixa Econômica Federal

Tags:

Apr 29 2013

O Teatro Mágico lança o DVD “Recombinando Atos” dias 3 e 4 de maio em São Paulo

Nova imagem

“Recombinando Atos”, terceiro DVD do Teatro Mágico, é o projeto que marca a nova fase da banda. Com a entrada do músico e produtor Daniel Santiago como diretor artístico, desde o álbum “Sociedade do Espetáculo” (2011), as músicas passaram a ter uma nova roupagem, principalmente instrumental, e novos assuntos começaram a serem temas das letras.

“Sociedade do Espetáculo” completa a trilogia que teve inicio com o álbum de estreia, “Entrada para Raros” (2003), e “Segundo Ato” (2008). O espetáculo “Recombinando Atos”, como o próprio nome diz, traz músicas dos 3 projetos, algumas com novos arranjos e 4 canções inéditas.  Além de Fernando (voz, violão, guitarra) e de Daniel (guitarra e direção musical), o Teatro Mágico se completa com os músicos Thiago Espírito Santo (contra-baixo), Rafael dos Santos (bateria), Galldino (violino), Guilherme Ribeiro (teclados) e os artistas performáticos Mateus Bonassa, Andrea Barbour e as gêmeas Natalya e Nayara Dias. 

Tanto no DVD como no show “Recombinando Atos” a banda toca as inéditas: “É Ela”, “Todos Enquantos”, “Quando a Fé Ruge”, “Perdoando o Adeus” e os sucessos “Pena”, “Amanhã Será” e “O Anjo Mais Velho”, entre outras.

O Teatro Mágico sempre traz um conceito plural em suas apresentações, com performances diversas e uma direção de arte especial. O cenário e as projeções são assinados por Fábio Ema, os figurinos por Ana Paula Campos e os makes foram reformatados pela tarimbada Mona Magalhães.

Além disso, um aparelho aéreo foi criado exclusivamente para a apresentação. Nos moldes de um grande espetáculo, o show conta com a direção artística do fundador da trupe Fernando Anitelli em parceria com Túlio Rivadávia.

Serviço

Show: Teatro Mágico - Lançamento do DVD “Recombinando Atos”

Datas: 3 e 4 de maio (sexta e sábado)

Horário: 22h

Local: Credicard Hall - Av. das Nações Unidas, 17955 – Santo Amaro – São Paulo

Ingressos:

Dia 3 de maio

Configuração: “Mista”         NORMAL ½ ENTRADA

CAMAROTES SETOR I R$300 R$150

CAMAROTES SETOR II R$250 R$125

POLTRONA SETOR I R$160 R$80

POLTRONA SETOR II R$140 R$70

PISTA – 1º LOTE         R$80 R$40

PISTA – 2º LOTE         R$120 R$60

PLATEIA SUPERIOR I R$60 R$30

PLATEIA SUPERIOR II R$60 R$30

PLATEIA SUPERIOR III R$60 R$30

Dia 4 de maio

Configuração: “Pista” NORMAL ½ ENTRADA

CAMAROTES SETOR I R$300 R$150

CAMAROTES SETOR II R$250 R$125

PISTA – 1º LOTE         R$80 R$40

PISTA – 2º LOTE         R$120 R$60

PLATEIA SUPERIOR I R$60 R$30

PLATEIA SUPERIOR II R$60 R$30

PLATEIA SUPERIOR III R$60 R$30

Capacidade: Dia 3: 5.712 lugares / Dia 4: 6.938 lugares

Classificação etária: Não será permitida a entrada de menores de 12 anos. 12 anos e 13 anos: permitida a entrada (acompanhados dos pais ou responsáveis legais). 14 anos em diante: permitida a entrada (desacompanhados).

Abertura da Casa: 1h30 antes do espetáculo

Duração: Aproximadamente 1h40

Site: www.t4f.com.br

Telefones para informações: 11 4003-5588

Assessoria de Imprensa - Teatro Mágico

Batucada Comunicação

www.batucadacomunicacao.com

Piky Candeias

Cel: +55 (11) 98202 3804                          

e-mail: pikycandeias@batucadacomunicacao.com

Marcus Cesar

Cel: +55 (11) 99486 2320

e-mail: marcao@batucadacomunicacao.com

Patricia Dornelas

Cel: +55 (11) 99365 0944

e-mail: imprensa@batucadacomunicacao.com

Tags:

Apr 29 2013

BH é a primeira cidade a receber a nova turnê mundial de Paul McCartney

O Brasil é o primeiro país a receber a nova turnê mundial de Paul McCartney, “Out There!”, e a cidade escolhida para a estreia é Belo Horizonte. Na noite de 04 de maio, sábado, o eterno Beatle sobe ao palco do Estádio Governador Magalhães Pinto - Mineirão, onde apresentará grandes sucessos de sua história.

Também estão confirmados shows nas cidades de Goiânia (06/05) e Fortaleza (09/05).

O banco oficial da turnê é o Banco do Brasil. Os patrocinadores oficiais são FIAT e SKY - HDTV é isso. A produção é uma parceria da Planmusic com a Nó de Rosa Produções.

SERVIÇO GERAL

Classificação etária

Classificação etária – 16 anos

A entrada de menores de 16 anos será permitida se comprovadamente acompanhado dos pais e/ou responsáveis legais, que deverão permanecer no local do show enquanto o menor estiver presente.

Ingressos falsificados

A organização da turnê de Paul McCartney no Brasil esclarece que haverá um forte controle nos portões de acesso ao estádio. Os ingressos oficiais possuem diversos itens de segurança que serão verificados na hora da entrada do público. A organização não se responsabiliza por ingressos adquiridos fora das vendas oficiais e reforça que tíquetes falsos não serão aceitos.

Itens permitidos no estádio

Somente será permitida a entrada de alimentos e bebidas de acordo com as normas da Polícia Militar.

Não será permitido o acesso portando câmeras fotográficas ou filmadoras profissionais.

Não será permitida a entrada de alimentos destinados ao comércio. Não será permitida a entrada com objetos que representem riscos à segurança tais como: garrafas, latas, capacetes, animais, armas de fogo ou outros objetos que possam ser considerados perigosos, aceitando submeter-se a inspeções, revistas corporais e remoção de objetos não autorizados.

O local do show não disporá de guarda-volumes.

Portões de acesso

- Pista Premium – Portão G2 – Av. Cel. Oscar Pascoal

- Camarotes – Portão ao lado Museu do Futebol - Av. Cel. Oscar Pascoal

- Pista – Portão C – Setor Sul – esquina de Av.Pres. Carlos Luz (Catalão) com Av. Cel.Oscar Paschoal

- Cadeira Superior Amarela – Portão C – Setor Sul - esquina de Av.Pres. Carlos Luz (Catalão) com Av. Cel.Oscar Paschoal

- Cadeira Inferior Amarela – Portão C – Setor Sul - esquina de Av. Pres. Carlos Luz (Catalão) com Av. Cel.Oscar Paschoal

- Cadeira Superior Roxa – Portão A /B – Setor Norte - Av. Antonio Abrahão Caram

- Cadeira Inferior Roxa – Portão B – Setor Norte - Av. Antonio Abrahão Caram

- Cadeira Superior Vermelha – Portão E – Setor Norte - Av. Antonio Abrahão Caram

- Cadeira Inferior Vermelha – Portão D – Setor Norte - Av. Antonio Abrahão Caram

Acesso para PNE

Pessoas que compraram ingressos para Áreas Especiais de PNE devem utilizar os portões conforme indicado no seu ingresso.

Segurança por dia

Dentro do estádio - 700 seguranças

Na área externa, presença dos efetivos da Policia Militar, Cavalaria, Batalhão de Choque, Polícia Civil e Guarda Civil Metropolitana.

Banheiros

- Pista Premium – 70 banheiros químicos

- Pista - 110 banheiros químicos e banheiros do estádio no acesso deste setor;

- Cadeiras Inferiores -  12 conjuntos de banheiros no anel inferior;

- Cadeiras superiores – 24 conjuntos de banheiros no anel superior;

Serviço médico

- 8 postos médicos e 8 ambulâncias de plantão.

Ponto de Informação e Achados e Perdidos

Haverá uma equipe de orientadores de públicos em diversos pontos do Estádio. Todos os objetos encontrados serão encaminhados à produção.

Bares

- Pista – 6

- Pista Premium – 6

- Outros Setores – 25 bares no anel do Estádio e apoio de ambulantes

A ORGANIZAÇÃO DO EVENTO PEDE QUE O PÚBLICO USE O SISTEMA DE TRANSPORTE PÚBLICO PARA IR AO SHOW

Linhas de ônibus: 64; 67; 503; 504; 2004

Ponto de táxis:  Teremos 2 pontos de Taxi nas Av.Oscar Paschoal e na Avenida Pres. Carlos Luz (Catalão) esquina de Av. Antonio Abraão Caram.

Tags:

Apr 25 2013

Maurício Cid e Kéfera Buchmann são os novos contratados da Mix tv

Nova imagem 1 Nova imagem

A Mix tv reforça sua nova grade com dois grandes nomes da internet, Maurício Cid, criador do site “Não Salvo”, e a blogueira Kéfera Buchmann. Os novos reforços ganham espaço na telinha com programas divertidos e polêmicos. A dupla de apresentadores é uma das principais novidades da programação da emissora, que estreia em maio.

Sobre as novas aquisições:

Maurício Cid– comandará o programa “Não Salvo na Mix”, focado nas atrocidades da internet. O apresentador estará presente nas três plataformas do Grupo Mix (Mix tv, Rádio Mix FM e o Portal Mix), com uma atração que leva o bom humor e temas polêmicos da web à audiência.

Santista, Cid virou celebridade na internet com o seu blog “Não Salvo”. Dono de mais de mil comunidades de sucesso e, no mínimo, 4 milhões de fãs, o novo apresentador promete um passeio divertido pelo mundo da interweb.

Kéfera Buchmann- chega à Mix tv como apresentadora de um programa focado nas lentes dos paparazzi. Kéfera é conhecida por falar o que pensa, ser desbocada e pelo jeito engraçado ao apresentar o seu blog,o “5inco Minutos”, que conta com mais de 28 milhões de views.

Tags: