May 27 2008

A exuberância e a riqueza dos pratos árabes

Category: Gastronomiacontato @ 13:22

Restaurante Arabesco oferece pratos elaborados com ingredientes nutritivos

 Grãos combinado com verduras, legumes e até frutas como romãs, damascos e uma variedade de frutas secas e castanhas dão além de um ar aristocrático, um sabor exótico quando combinados com as especiarias. Essa é a definição da culinária sírio-libanesa do tradicional restaurante Arabesco. Favas, grãos-de-bico, lentilhas, ervilhas e trigo também são fontes de fibras e proteínas. Além de exótica, a comida árabe pode ser bastante nutritiva.

Presente na culinária árabe, a coalhada é poderosa aliada para quem sofre de carência de cálcio, como a osteoporose - doença caracterizada pela fragilidade dos ossos e que afeta principalmente as mulheres que estão na menopausa.

Canela, açafrão, noz moscada, cominho... Estes, entre outros temperos, são velhos conhecidos do paladar ocidental há muito tempo. Porém, o mundo árabe trouxe uma verdadeira gama de outras especiarias que podem perfeitamente se incorporar às mais variadas receitas, das mais exóticas às mais triviais. São os temperos do deserto, presentes na culinária árabe.

Záhtar, snoubar, tahine, bhar, misky são alguns dos exemplos de especiarias perfumadas vindas do oriente. O Záhtar, um dos temperos mais comuns, mistura tomilho, sementes de gergelim e Summac – um pó avermelhado extraído de uma planta da região. É utilizado para temperar a coalhada seca e envolver o saboroso queijo “chanclich”, além de outras funções. “Experimentamos temperar saladas bem tropicais com Záhtar e o resultado foi surpreendente”, comenta Beto Isaac, restauranteur do Arabesco.

O Bhar é a outra combinação de uma série de pimentas (jamaica, reino branca e preta) mais canela, kumel, açafrão, noz moscada e cravo. Pode ser usado em sopas e cremes, além de temperar pratos quentes. Nos doces, o Misky, uma pedra parecida às de naftalina é uma das atrações mais curiosas. É usado na confecção de doces com sabor exótico como, por exemplo, o Malabi (manjar de leite) com calda de damasco.

 

O Tahine é um óleo de gergelim que as pessoas reconhecem comendo o Homus (pasta de grão de bico) e o Babaganuche (pasta de berinjela) ou mesmo, o Halawi, porém pode ser utilizado em molhos especiais para dar um toque especial nos peixes. “Ë uma espécie de comida de um deserto litorâneo”, brinca Isaac. Diariamente o restaurante Arabesco recebe um público bastante cativo que costuma pedir estas pastas árabes.

De acordo com Beto Isaac “os árabes, por estarem ambientados em climas quentes e desérticos, tiveram que criar alternativas mais leves na alimentação”. O restaurante Arabesco mantém a proposta de apresentar peculiaridades da cozinha sírio-libanesa, entre elas, comidas mais leves. Suas maiores características são os pratos produzidos com receitas de família, pratos fiéis aos produzidos em determinadas regiões do Líbano e da Síria.

 

ARABESCO
Rua Doutor Homem de Mello, 494 – Perdizes.
Tel: (11) 3872-8164
Horário de funcionamento: das 10h às 23h – de segunda a sábado
Domingos das 10:30 às 17:00
Estacionamento gratuito

Tags:

Mar 31 2008

Natal: Triathon Academia prepara ceia diferente no Espaço do Sabor

Category: Gastronomiacontato @ 19:00

Chef do restaurante dentro da academia, Chef André Gabão, destaca ingredientes diferentes e criativos

Alta gastronomia, pratos bem elaborados e balanceados, além de apresentação impecável. Esta é a mais clara definição do restaurante Espaço do Sabor , instalado dentro da Triathon Academia , unidade Itaim.

Especialmente para o Natal, o chef André Augusto Gabão criou três receitas criativas, elaboradas com ingredientes inusitados. Para começar o Arroz com Maçã e o Gravlax. O prato nórdico de salmão curado, onde o peixe é consumido fresco, é temperado com sal, açúcar e pimenta e depois, é prensado por alguns dias entre ramos de dill (aneto) e servido em fatias finas . Já o Risoto de Parmesão com Ervas , leva arroz carnaroli ou arbóreo, salsinha, sálvia e parmesão ralado na hora. André Gabão também indica o Peito de Frango Recheado com Mussarela de Búfala e Tomate Cereja. O prato pode ser acompanhado com peras cozinhas com cravo e canela em pau.

Espaço do Sabor

No comando da cozinha, o chef André Augusto Gabão cria iguarias com ingredientes balanceados, que contêm pouca gordura e índice calórico baixo. Aliás, ter um especialista em culinária à frente do restaurante é o grande trunfo do Espaço do Sabor . As delícias não estão restritas apenas aos paladares dos alunos e colaboradores, pois o restaurante tem acesso livre para pessoas que não têm vínculo com a academia.

Serviço:

Espaço do Sabor

Triathon Academia Unidade Itaim

Rua Lopes Neto, 163 – Itaim Bibi

Tels. (11) 3078-2694 / (11) 3078-4174

Site: www.triathon.com.br

Mais informações:

Contato Comunicação & Marketing

Pabx: (11) 3288-8424

Erika Soós – 3288-7108

erika@contato.ppg.br

Claudia Dias – 3251-2359

claudiadias@contato.ppg.br

Tags:

Mar 31 2008

20/01 - Dança e Terápia se unem em espetáculo inédito na Khan el Khalili

Category: Festas & Eventoscontato @ 19:00

No próximo domingo, 20 de janeiro, a casa egípcia Khan el Khalili , na Vila Mariana, apresenta o espetáculo Dança com Véus e Percussão”. A partir das 20h , as bailarinas Ju Marconato, Mayara, Nevenka, Nur e Polímnia retiram seus véus de forma delicada e sensual.

A Dança com Véus representa os sete chacras em forma de equilíbrio e harmonia, é fiel a dança do ventre e funciona como uma terapia. Se dançada corretamente, alinha todos os chacras e transmite bem-estar tanto físico como emocional. É uma dança carregada de simbolismo.

Dançada com concentração, transcende, purifica, além de fazer do corpo um instrumento de magia. Com os véus longos de cores claras, as bailarinas contagiam a noite com coreografias enigmáticas e sensuais, ao som harmônico e melódico de músicas clássicas.

Já as apresentações com derbak , instrumento de percussão árabe, são capazes de contagiar todas as pessoas, até as menos adeptas à dança e música do Oriente. Nesta apresentação, Ju Marconato irá seguir os ritmos e batidas do derbak , como se o som saísse do próprio corpo. As mãos da bailarina suavizam os movimentos e conferem sensualidade em cada expressão corporal, dando leveza à coreografia.

Noites do Harém

As Noites do Harém surgiram em 1998. São espetáculos de arte e cultura oriental com apresentações de dança do ventre, folclore egípcio, performances, homenagens e tributos. A cada domingo um show inédito, com apresentações de grupos árabes e as melhores bailarinas de dança oriental do País.

Serviço :

“NOITES DO Harém” – 20 de janeiro

Dança com Véus e Percussão

Horário: 20hs

Valor: R$15

Khan el Khalili

Rua Dr. José de Queirós Aranha, 320 - Vila Mariana

Tel: (11) 5575-6647 - 5571-3209 - 5571-3295 - 5549-7989

Horário de funcionamento:

Segunda a quinta e aos domingos das 14hs às 00hs

Sextas e sábados das 14h às 02hs

www.khanelkhalili.com.br

Mais informações:

Contato Comunicação & Marketing

Pabx: (11) 3288-8424

Erika Soós – 3288-7108/ 9233-5044

erika@contato.ppg.br

Claudia Dias – 3251-2359/ 9301-6061/ 9204-2231

claudiadias@contato.ppg.br

Tags:

Mar 31 2008

Arabesco presenteia São Paulo com versão de pastel "árabe-paulista"

Category: Gastronomiacontato @ 19:00

Quem nunca encostou em um balcão pra comer um pastel no meio do dia não sabe o que é ser paulista. Quente, sequinho e bem recheado, é a estrela das feiras-livres, dos botecos e das praças de toda a cidade. Verdadeira mania entre os paulistanos, a guloseima surgiu despretensiosa, como uma versão brasileira do rolinho-primavera feito pelos chineses que chegaram ao país e tiveram de adaptar suas técnicas à matéria-prima disponível.

Mas não são só os chineses que têm a sua versão do pastel paulista, os árabes também! Em comemoração ao aniversário de São Paulo, no dia 25 de janeiro , o tradicional restaurante sírio-libanês Arabesco , localizado em Perdizes, destaca o seu pastel doce, com uma receita das Arábias: o Ataif (R$ 4,50). Esta iguaria da culinária árabe é uma mini panqueca fechada, mas com formato de pastel e recheada com nozes. A calda, composta por água, açúcar e suco de limão, recebe um toque de água de flor de laranjeira.

Serviço:

ARABESCO

Rua Doutor Homem de Mello, 494 – Perdizes.

Tel: (11) 3872-8164

Horário de funcionamento: das 10h às 23h – de segunda a sábado

Domingos das 10:30 às 17:00

Estacionamento gratuito

www.arabesco.com.br

Av. Paulista, 1765

Tel: (11) 3289-5664

Horário de funcionamento: das 8h às 18h - de segunda à sexta

www.arabesco.com.br

Mais informações:

Contato Comunicação & Marketing

Pabx: (11) 3288-8424

Erika Soós – (11) 3288-7108

erika@contato.ppg.br

Claudia Dias – (11) 3251-2359/ 9301-6061

claudiadias@contato.ppg.br

Tags:

Mar 31 2008

Família Burger se rende aos sabores natalinos e inova com Milk Shake de Nozes

Category: Gastronomiacontato @ 19:00

A bebida, carro-chefe da casa, ganha uma nova versão em comemoração a data

A Família Burger , hamburgueria localizada em Perdizes, juntou duas tradições bem conhecidas dos brasileiros: o milk shake e as nozes de Natal. O resultado foi o Milk Shake de Nozes (R$ 13,30) , que a casa vai oferecer até o final das festas, no início do próximo ano.

Além da criatividade do sabor natalino, a bebida traz benefícios à saúde por meio das Vitaminas A, B1 e B2, além do Cálcio.

Beto Isaac, restauranter da Família Burger revela que “o verdadeiro milk shake deve ser bem cremoso e homogêneo. A consistência é o grande segredo. A bebida deve ser batida devagar, mas de forma que o sorvete misture com o leite sem ser triturado, justamente o que faz o liquidificador. Um dos segredos é sempre utilizar sorvetes de boa qualidade.”

Milk Shake

Em 1885, quando a palavra milk shake foi utilizada pela primeira vez na imprensa, os milk shakes eram uma bebida alcoólica com whisky. Entretanto, por volta de 1900, o termo foi referido como uma bebida batida feita de xarope de chocolate, morango ou baunilha. Já no início de 1900 as pessoas começaram a pedir pela nova bebida, freqüentemente acompanhada de sorvete.

O milk shake ganhou destaque, quando em 1922, a cadeia de Drugstore Walgreen, empregou, Ivar ‘Pop’ Coulson em Chicago, que trouxe a velha moda do leite maltado (leite, chocolate e malte) e adicionou duas conchas de sorvete, criando uma bebida que se tornou popular em cafeterias, onde, na época, eram típicos ponto de encontro entre jovens e estudantes.

Esta invenção que revolucionou o verão de 1922, continha basicamente malte congelado, xarope de chocolate, sorvete de baunilha, leite gelado e agente espumante. Esta “lenda” levou a crer que a versão da bebida com sorvete era a original, bem como a razão para se ter “shake” compondo o nome. Só em 1937, o americano Ray Kroc inventou o milk shake que se toma hoje, quando ele teve a brilhante idéia de usar o multi-mixer: um liquidificador especial que batia 6 milk shakes de uma só vez!

Serviço:

Família Burger

Rua Monte Alegre, 681 - Perdizes

Tel: (11) 3672-8989

Horário de funcionamento: segunda a domingo das 10h00 às 23h00

Estacionamento no local

Aceita todos os cartões de crédito

Site: www.familiaburger.com.br

Mais informações:

Contato Comunicação & Marketing

Pabx: (11) 3288-8424

Erika Soós – 3288-7108

erika@contato.ppg.br

Claudia Dias – 3251-2359

Tags:

Mar 31 2008

“Monstros Sagrados do Rock” ganham passos orientais na Khan el Khalili

Category: Festas & Eventoscontato @ 19:00

Visualize os passos da dança do ventre sendo representados com Rock’n Roll dos anos 60 e 70. No próximo domingo, 18 de novembro, a partir das 20h, a famosa “Noites do Harém” da casa de chá egípcia Khan el Khalili dá lugar às “Noites do Além”, onde as bailarinas da casa apresentam, em uma noite surpreendente, passos de dança do ventre, adaptados a este estilo musical. O estilo Rock’n Roll traz músicas de bandas como Kiss, Led Zappellin, Queen e Deep Purple, em uma homenagem a estes “monstros sagrados”.

O espetáculo “Noites do Além” acontece a cada três meses e destaca a sensualidade da dança do ventre atrelada à irreverência e improvisação dos seus movimentos sob ritmos diferentes. “Adaptar a belly dance em estilos musicais modernos faz com que a dança do ventre se atualize e misture a tradição do oriente com o contemporâneo ocidental”, diz Jorge Sabongi, proprietário da casa. No total, serão 10 shows, que inclui a tradicional e a adaptada dança do ventre, e que contarão com a participação de Lulu Sabongi, Aysha, Malak, Nesrine e Ana Claudia.

Parte da renda arrecadada será destinada ao Lar São José, localizado no município de Diadema, em São Paulo e que atende crianças de 02 a 12 anos.

Serviço:

Tags:

Mar 31 2008

E tudo acaba em esfiha...

Category: Gastronomiacontato @ 19:00
Delícia libanesa disputa com a pizza o título de quitute mais popular e apreciado pelos paulistanos.

O paulistano adora uma pizza. A redonda é tão consumida em São Paulo, a ponto da cidade ser um dos maiores consumidores dessa comida no mundo. Mas o que tem se percebido, nos últimos anos, é que uma outra iguaria, com características muito parecidas, como a massa redonda e diversos recheios entrou na competição. Com diâmetro menor, a esfiha caiu no gosto popular dos brasileiros e disputa lado a lado com a pizza, marco paulistano, a mesa dos paulistanos. O que percebe-se é que o famoso ditado “E tudo acaba em pizza” está virando mesmo coisa do passado, pois há fortes indícios de que a esfiha chegou mesmo para ficar. A grande contribuição por este feito vem do aumento do número de restaurantes sírio-libaneses que aproximou a população tanto da esfiha, como do kibe, tabule e coalhada seca.

A origem da esfiha remonta ao Líbano. Primeiramente o Iraque, que passou a cultivar trigo, cevada, pistache, nozes, romãs e figos, criou o pão chato e redondo. Depois no Líbano surgiu o hábito de cobrir o pão com carne e cebola: nascia assim a esfiha aberta. Posteriormente, já no mundo ocidental, a esfiha começou a ser fechada. De lá para cá, muitos ingredientes foram acrescentados para incrementar ainda mais o sabor, como a hortelã que dá um toque especial ao quitute.

As esfihas originais eram feitas de carne de carneiro, mas com as diversas adaptações, mas, hoje, são produzidas com carne moída, frango, queijo... Esta iguaria é uma espécie de disco de massa assada preparada à base de fermento, sal, gordura, farinha de trigo, óleo, ovos e o recheio desejado, praticamente a mesma receita da pizza, mas com uma grande diferença na hora de por a mão no bolso.

Com preços acessíveis e com sabor característico, as esfihas são alternativas tanto para um lanche rápido, quanto para uma refeição. Apesar de não ter origem brasileira, ela já se tornou um dos quitutes mais apreciados pelos “tupiniquins”, que chegam até trocar a famosa pizza de sábado à noite por esta iguaria. Com elevada popularidade as esfihas são práticas, pois dispensam a necessidade de talheres e podem ser apreciadas com as mãos mesmo. Sem mistério!

No tradicional restaurante sírio-libanês Arabesco, localizado na região de Perdizes, em São Paulo, as Esfihas Abertas e as Fechadas têm o preço acessível de R$ 2,50 nos mais diversos sabores: carne, queijo, ricota ou verdura. A Esfiha de Massa Folhada (R$ 5,50), tanto de carne ou de queijo, tem lugar garantido no cardápio e na mesa dos clientes.

Serviço:
ARABESCO
Rua Doutor Homem de Mello, 494 – Perdizes.
Tel: (11) 3872-8164
Horário de funcionamento: das 10h às 23h – de segunda a sábado
Domingos das 10:30 às 17:00
Estacionamento gratuito
www.arabesco.com.br

Av. Paulista, 1765
Tel: (11) 3289-5664
Horário de funcionamento: das 8h às 18h - de segunda à sexta
www.arabesco.com.br

Mais informações:
Contato Comunicação & Marketing
Pabx: (11) 3288-8424
Erika Soós – (11) 3288-7108
erika@contato.ppg.br
Claudia Dias – (11) 3251-2359
claudiadias@contato.ppg.br

Tags:

Mar 31 2008

NEO10 consulta os astros na hora de marcar a data de um casamento

Category: Festas & Eventoscontato @ 19:00

Uma das inspirações de noites românticas e declarações, a Lua, é uma das aliadas das empresárias Dani Fontana Tranchesi e Paula Rocha

Mais do que realizar um evento, as publicitárias Dani Fontana Tranchesi e Paula Rocha sabem fazer com que ele aconteça de verdade. Com criatividade e glamour, as sócias da NEO10 conquistaram o mercado de eventos pelo bom gosto e know how adquirido ao longo de anos de experiência.

Quando se trata de um casamento os detalhes são fundamentais na produção. No planejamento e organização para esta data tão especial, a NEO10 chega até consultar os astros. Paula Rocha conta que sempre consulta a efeméride e o astrólogo, Oscar Quiroga, para saber se a data é auspiciosa para dar um passo tão importante na vida. “Não deixo nenhum casal realizar o casamento civil com a Lua Vazia (que ocorre no período de dois em dois dias).” Dani Fontana Tranchesi revela que a NEO10 já remarcou alguns casamentos de clientes por causa da Lua. “Todos os casais que tiveram as suas datas trocadas continuam casados e muitos felizes.”

A Lua Vazia é o período em que a Lua não se relaciona com outros planetas do sistema solar até ingressar no próximo signo e reiniciar a sua bateria de relacionamentos planetários. O termo vazio não significa que a Lua deixe de brindar com alguma informação, mas sim que a informação oferecida é altamente subjetiva. O período da Lua Vazia é inútil para os empreendimentos concretos. Ela não é indicada para iniciar atividades dos quais se espere resultados definidos.

Sobre a NEO10

A NEO10 é uma empresa especializada em assessoria de eventos. Oferece as melhores soluções para casamentos, conferências, lançamento de produtos, seminários, festas infantis. Acompanha todos os detalhes desde o planejamento - que envolve ferramentas de comunicação, contratação de fornecedores, cerimonial, gastronomia até a desmontagem e retirada do último fornecedor do evento realizado.

Dani Fontana Tranchesi

Publicitária, formada pela ESPM em Propaganda e Marketing. Atuando no mercado publicitário, trabalhou na área de atendimento na agência DPZ, em SP. Alguns anos depois, decidiu realizar o curso de decoração de interiores na Escola Panamericana de Artes, montando, logo após, o seu próprio escritório. Atuou neste mercado durante 10 anos, tendo como principais projetos reformas e decoração de interiores em residências, escritórios e vitrines de lojas.

Paula do Amaral Rocha

Publicitária, formou-se em Propaganda e Marketing na ESPM. Na Sadia e Chapecó, atuou em seus respectivos departamentos de marketing internacional onde organizou a participação destas empresas em feiras no exterior. Foi responsável pelo desenvolvimento de produtos e embalagens dessas marcas para os mercados do oriente Médio, Europa e Extremo oriente. Organizou eventos para diversas agências de propaganda como free-lancer e depois montou junto com Dani Fontana Tranchesi , a Neo10.

Serviço:

NEO10

Rua Medeiros de Albuquerque, 60 – Vila Madalena

Tel.: (11) 3814-7975

Site: www.neo10.com.br

E-mail: contato@neo10.com.br

Mais informações:

Contato Comunicação & Marketing

Pabx: (11) 3

Tags:

Mar 31 2008

Um Novo Ano Novo com a NEO10

Category: Festas & Eventoscontato @ 19:00
A comemoração do Ano Novo está próxima. Uma mesa bem decorada e prática proporciona uma passagem de ano mais bonita e um ambiente alegre. A tradição na decoração da festa do início do ano pede a cor branca na toalha de mesa e nos guardanapos, diferente da decoração de natal, que requer cores fortes, como o vermelho e verde.

Dani Fontana e Paula Rocha, da NEO10, dão uma dica importante: “Cheque com antecedência a toalha de mesa que pretende utilizar na comemoração de Ano Novo. Caso ela não esteja em condições de uso, não se desespere! Existem ótimas empresas no mercado que alugam toalhas para estas ocasiões”.

Ao servir o prato principal, um jogo em porcelana é ideal para a ocasião. Taças e outras peças de cristais são ótimas opções para ornar e dar elegância à mesa. No misticismo, o cristal transmite boas energias.

A utilização de arranjos de flores complementa a decoração de forma leve e harmoniosa. Pode-se utilizar flores brancas, bem como de outras cores (como a rosa e a amarela) que contribuem bastante com a decoração, pois transmitem sensações positivas.

Sobre a NEO10

A NEO10 é uma empresa especializada em assessoria de eventos. Oferece as melhores soluções para casamentos, conferências, lançamento de produtos, seminários, festas infantis. Acompanha todos os detalhes desde o planejamento - que envolve ferramentas de comunicação, até contratação de fornecedores, cerimonial, gastronomia.

Dani Fontana Tranchesi

Publicitária, formada pela ESPM em Propaganda e Marketing. Atuando no mercado publicitário, trabalhou na área de atendimento na agência DPZ, em SP. Alguns anos depois, decidiu realizar o curso de decoração de interiores na Escola Panamericana de Artes, montando, logo após, o seu próprio escritório. Atuou neste mercado durante 10 anos, tendo como principais projetos reformas e decoração de interiores em residências, escritórios e vitrines de lojas.

Paula Rocha

Paula do Amaral Rocha, publicitária, formou-se em Propaganda e Marketing na ESPM. Na Sadia e Chapecó, atuou em seus respectivos departamentos de marketing internacional onde organizou a participação destas empresas em feiras no exterior. Foi responsável pelo desenvolvimento de produtos e embalagens dessas marcas para os mercados do oriente Médio, Europa e Extremo oriente. Organizou eventos para agências de propaganda e, também, cursos de culinária no interior do Brasil para Emanoel Bassoleil e Olivier Anquier.

Serviço:

NEO10

Site: www.neo10.com.br

E-mail: contato@neo10.com.br

Tel.: (11) 3814-7975

Tags:

Mar 31 2008

13/01 - Equilíbrio, Agilidade e Sensualidade na Dança com Espada, nas Noites no Harém, da Khan el Khalili

Category: Festas & Eventoscontato @ 19:00

 No dia 13 de janeiro , próximo domingo, a casa de chá egípcia Khan el Khalili , apresenta, à partir das 20h, Noites no Harém com o espetáculo Dança com Espada. As bailarinas Aysha, Elis, Malak, Juli e Suellem realizam uma apresentação inédita.

A origem desta dança possui várias versões. Uma delas conta que as mulheres roubavam as espadas dos guardas e brincavam de equilibrá-las em suas cabeças, achavam que seria mais útil este objeto com uma mulher de que com um homem que só usa o instrumento com o intuito de matar ou ferir.

Outra lenda diz que a dança surgiu em homenagem a Deusa guerreira Neit, símbolo da destruição de inimigos. E há também quem acredite que surgiu com os comerciantes que desejavam casar suas filhas. Elas se embelezavam e iam para as ruas mostrar as espadas que os pais fabricavam no intuito de vender o produto e arrumar um marido.

Esta dança exige muita habilidade da bailarina que deve equilibrar a espada no peito, na cabeça e na cintura. Com o tempo as coreografias foram aprimoradas e foram adicionados dramaticidade e movimentos acrobáticos.

Noites do Harém

As Noites do Harém surgiram em 1998. São espetáculos de arte e cultura oriental com apresentações de dança do ventre, folclore egípcio, performances, homenagens e tributos. A cada domingo um show inédito, com apresentações de grupos árabes e as melhores bailarinas de dança oriental do País.

Serviço :

“NOITES DO Harém” – 13 de janeiro

Dança com Espada

Horário: 20hs

Valor: R$15

Khan el Khalili

Rua Dr. José de Queirós Aranha, 320 - Vila Mariana

Tel: (11) 5575-6647 - 5571-3209 - 5571-3295 - 5549-7989

Horário de funcionamento:

Segunda a quinta e aos domingos das 14hs às 00hs

Sextas e sábados das 14h às 02hs

www.khanelkhalili.com.br

Mais informações:

Contato Comunicação & Marketing

Pabx: (11) 3288-8424

Erika Soós – 3288-7108

erika@contato.ppg.br

Claudia Dias – 3251-2359

claudiadias@contato.ppg.br

Tags: